Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Festival do Rio 2012

Elena



O cinema russo produziu aquele que foi, talvez, o maior cineasta-filósofo de toda a história: Andrei Tarkovski. Em seu livro Esculpir o tempo Tarkovski descreve o que considera importante no cinema enquanto manifestação estética. Andrey Zvyagintsev deve ter lido os escritos de Tarkovski, mas não entendeu bem o que leu. Não bastam planos de longa duração, […]


(continue lendo...)

Holy Motors



Holy Motors, de  Leos Carax (França, 2012)   O início de Holy Motors parece assinar o filme com o índice da autorreflexidade: vemos o próprio Leos Carax, diretor do filme, acordando de um longo sono em seu quarto. Um travelling circular o acompanha até uma parede do quarto, que vamos descobrir logo em seguida tratar-se […]


(continue lendo...)

A Última Vez que Vi Macau



A Última Vez que Vi Macau, de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata (Portugal/França, 2012)   Um filme difícil. Eis uma das impressões que temos ao assistirmos A Última Vez que Vi Macau. O filme não mostra a face dos personagens principais, apenas suas escutamos suas falas. E os espectadores são conduzidos […]


(continue lendo...)

O som ao redor



O Som ao redor, de Kléber Mendonça Filho, Brasil (2012)   Os primeiros planos de O som ao redor mostram fotografias em preto & branco que evocam o passado colonial e rural brasileiro. Tal passado estará intimamente ligado ao que será narrado no decorrer do filme. O que O som ao redor pretende, através da […]


(continue lendo...)

Chocó



Chocó, de Jhonny Hendrix Hinestroza, Colômbia (2012) O filme de Jhonny Hendrix Hinestroza tem um final surpreendente e ensina que antes de tudo uma revolução começa em casa, seja a quebra de um padrão, a transformação da rotina, a definição de novas escolhas ou atitudes. Chocó, que dá título ao filme, é o nome da personagem principal e […]


(continue lendo...)

Tabu



Tabu, de Miguel Gomes (idem, Portugal / Alemanha /Brasil /França, 2012) Na primeira cena de Tabu (título, também, de um filme realizado em parceria, no início dos anos 1930, por F. W Murnau e Robert Flaherty, a respeito de tema semelhante e que também é dividido em duas partes) vê-se um típico aventureiro dos tempos […]


(continue lendo...)

Primeiro Dia de Um Ano Qualquer



Primeiro Dia de Um Ano Qualquer, de Domingos de Oliveira ( Brasil, 2012) Talvez a comparação com um filme de Woody Allen eleve Primeiro Dia de Um Ano Qualquer para além do que merece. Mas, de fato, todos os elementos-fórmulas estão ali. A narração de Domingos de Oliveira conduz a comédia em família com análises […]


(continue lendo...)

O Canto do Mar



O canto do mar (1953), de Alberto Cavalcanti A primeira cena de O canto do mar, com um plano distante mostrando uma série de retirantes a caminhar pelo sertão, com um estilo de filmagem documental, evoca imediatamente a lembrança de Deus e o Diabo na Terra do Sol e outros filmes do Cinema Novo, que […]


(continue lendo...)

Moonrise Kingdom



 Moonrise Kingdom, de Wes Anderson (Moonrise Kingdom, Estados Unidos, 2012)   “Come on you boy child, you winner and loser, Come on you miner for trhuth and delusion, and shine!” Shine on you Crazy Diamond Pts. 1-5, The Pink Floyd.   Em uma carreira relativamente curta, composta de oito longas e três curtas, Wes Anderson conseguiu […]


(continue lendo...)

Festival do Rio 2012




(continue lendo...)

Por Revista Moviola

19 de Abril de 2018

  A mostra Corpos da Terra, cujas produções selecionadas refletem sobre a resistência indígena no Brasil atual, tem sua segunda edição entre os dias 20 e 23 de abril. O evento é realizado em parceria com o CineMosca e, além da exibição de filmes, terá mesas de discussão sobre a diversidade de mundos indígenas em […]

Por Revista Moviola

17 de Abril de 2018

  A dica de um precioso acervo para entender a situação indígena no Brasil atual é da jornalista Raquel Baster, mineira que vive atualmente no estado da Paraíba e colaborada com algumas atividades do Movimento da Mulher Trabalhadora Rural do Nordeste (MMTN-NE), entre elas, a oficina de roteiro para o documentário Mulheres rurais em movimento (2016), filme […]

Por Revista Moviola

14 de Abril de 2018

O documentário O desmonte do Monte, dirigido por Sinal Sganzerla, aborda a história do Morro do Castelo, seu desmonte e arrastamento. O Morro do Castelo, conhecido como “Colina Sagrada”, foi escolhido pelos colonizadores portugueses para ser o local das primeiras moradias e fundação da cidade do Rio de Janeiro. Apesar de sua importância histórica e […]

Por Revista Moviola

12 de Abril de 2018

  O documentário Auto de Resistência, dirigido por Natasha Neri e Lula Carvalho,  aborda os homicídios praticados pela polícia contra civis no estado do Rio de Janeiro. As mortes e as violações dos direitos humanos acontecem em casos conhecidos como “autos de resistência” – classificação usada para evitar que os policiais sejam responsabilizados pelos homicídios, […]

Por Revista Moviola

11 de Abril de 2018

O filme Livre Pensar – cinebiografia Maria da Conceição Tavares homenageia uma das economistas mais importantes do Brasil e, particularmente, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A sessão de exibição do documentário ocorrerá dia 24 de abril, às 18h, no Salão Pedro Calmon da UFRJ (Av. Pasteur, 250, 2º andar / Urca). A […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 Fest Rio festrio filme França Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Música Odeon Oscar Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.