Revista Moviola – Revista de cinema e artes » O Destino de Uma Nação

O Destino de Uma Nação


Por

Publicado em 30 de Agosto de 2019

O Destino de uma Nação

O Destino de Uma Nação (2017), conta a história de Winston Churchill quando ele assume o cargo de primeiro Ministro da Grã-Bretanha e têm que tomar uma decisão histórica, se deve ou não assinar um acordo de paz com a Alemanha nazista. O longa tem duração de duas horas o que, aparentemente, poderia parecer maçante para o espectador, mas ao contrário, o filme possui uma narrativa envolvente, que prende a atenção do início ao fim.

O elenco foi bem escolhido, principalmente seus protagonistas Winston Churchill – com uma ótima interpretação de Gary Oldman – e Elizabeth Layton interpretada por Lily James que também têm uma atuação boa, apesar de não chegar ao nível de Gary Oldman. A trama traz toques de humor em várias cenas sem prejudicar a carga dramática, percebe-se um roteiro bem feito e bem equilibrado, Gary Oldman encarna o personagem de modo perfeito, apesar da ajuda de uma maquiagem impecável. Cenário e figurinos perfeitos percorrem o filme.

Logo no início, o personagem de Winston Churchill demonstra sua falta de contato com as pessoas de sua cidade, em uma cena em plano sequência muito bem feita. Na tela, vemos a cidade e o contexto em que o personagem está inserido, um cenário muito bem cuidado pela direção de arte que reproduz bem o ambiente, o período da segunda guerra mundial. A sequência que mostra a cidade é bem interessante, pois reafirma a falta de contato do personagem com a região. Isto é explicito no diálogo que mantém com o seu motorista: nele, o protagonista demonstra nítido interesse em estabelecer relação com a cidade através de seus habitantes, logo após receber a notícia de que assumiria um cargo que afetaria não só aquele lugar, mas uma nação.

O interesse pela cidade cresce cada vez mais no filme, é possível observar cenas, como a que o personagem olha através da janela, ou quando está sentado no terraço observando atentamente a cidade. Em uma das últimas cenas, provavelmente uma das melhores, é quando ele foge de dentro do carro e vai em direção a estação do metrô para consultar as pessoas que vivem ali sobre a decisão que estava preste a tomar, e de como ela poderia afetar a todos.

O ambiente da cidade chega à tela com ótima direção de arte, em perfeita harmonia com a fotografia impecável, que faz um excelente trabalho de iluminação em várias cenas, além de planos abertos que valorizam o cenário da época, elementos que ajudam o filme a ser mais do que um filme histórico ou político, um filme sobre humanidade.

*Daniel Moeller é aluno de Cinema da FACHA.



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

28 de Outubro de 2019

                            Em 2020, o Internacional Uranium Film Festival comemorará uma década. O evento é o único no país dedicado a expor e debater o invisível mundo atômico e seus riscos radioativos. Em quase uma década, o festival reuniu produções cinematográficas de vários […]

Por Revista Moviola

19 de Outubro de 2019

              O longa-metragem Fendas apresenta uma protagonista mulher e paisagens, sons e imagens que envolvem seu trabalho num centro de pesquisas no Rio Grande do Norte. Seus objetos de pesquisa e seu cotidiano se mesclam. A personagem, uma cientista do campo da física, captura imagens de pessoas à distância. […]

Por Marcella Rangel

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Odeon Oscar Poemas Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.