Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Projeto Flórida

Projeto Flórida


Por

Publicado em 20 de Março de 2019

projeto florida

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, em especial por Moone (Brooklynn Prince), uma menina de seis anos em férias de verão que junto a amigos vive diversas aventuras.

O diretor Sean Baker conhecido por seu trabalho anterior, Tangerine que traz imagens capturadas por câmeras de iPhone (narra a vida de mulheres transexuais), imprime ao filme Projeto Flórida uma identidade particularmente independente e de baixo orçamento. Com a ajuda das cores fantasiosamente vivas da fotografia de Alexis Zabe, ele mistura inocência e vivacidade da visão infantil com uma estrutura narrativa que segue seus personagens por incidentes do cotidiano com um quê documental e crítico daquela realidade sob a perspectiva do binômio realidade/fantasia.

Não é a toa a escolha de atores locais e em sua maioria desconhecidos. A pequena Brooklynn Prince não é mais velha ou mais madura que sua personagem, brilha na sua estréia nas telonas levando generosamente emoção em abundancia ao espectador .Bria Vinaite interpreta Halley, a jovem mãe de Moone visivelmente imatura e que era ( anteriormente) uma celebridade do Instagram cuja autenticidade é exatamente o que a qualifica para o papel. O único veterano do elenco é Willem Dafoe, que se integra aos novatos sem dificuldade e preenche seu personagem, Bobby, o gerente do Magic Castle, de uma bondade simples pela qual é fácil o espectador se afeiçoar.

O ineditismo do filme esta em contar uma história sobre a região da Flórida sob um ponto de vista que o mundo se recusa a ver tão ocupado com o paraíso turístico dos parques da Disney. Projeto Flórida traz a realidade das crianças sem escolas e sem cuidados dos adultos estes, vivem a dificuldade em conseguir emprego e consequentemente, experimentam uma pobreza impiedosa que os leva à medidas desesperadas para pagar o aluguel e botar comida na mesa. É um feito e tanto que Baker consiga olhar para essa realidade sem medo e ainda assim criar um retrato cheio de vida e por vezes até engraçado, em que se entende a dureza da realidade.

Uma das cenas é a chegada de turistas brasileiros ao hotel, a mulher fica indignada com seu parceiro por ser obrigada a se hospedar naquele espaço de terceira categoria durante suas férias na Disney. A situação retrata bem a relação daquela realidade com o mundo de sonhos, ali se vive á sombra do parque, as edificações plastificadas, notavelmente evocam à seus habitantes o imaginário das atrações, através das quais as crianças idealizam suas aventuras já que é possível, mesmo de longe, ver e ouvir som dos fogos que deslumbram o mundo.

O absurdo da coexistência tão próxima, entre pobreza e luxo, chega à tela sem meias palavras.

Por Nathália Gonçalves

Aluna de Cinema da FACHA



Deixe um comentário




Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Por Revista Moviola

26 de Fevereiro de 2019

Perigo Por Encomenda (2012), escrito e dirigido por David Koepp, traz ao público a cidade de Nova York como elemento determinante na narrativa e na estética do filme. O longa conta a história de um mensageiro que usa como transporte uma bicicleta (Wilee, interpretado por Joseph Gordon-Levitt) em Manhattan, o personagem precisa entregar, um envelope […]

Por Revista Moviola

21 de Fevereiro de 2019

Garota Sombria Caminha Pela Noite (2014) é um filme baseado em um curta de terror, com roteiro e direção de Ana Lily Amirpour e vencedor do prêmio da Revelação Cartier no Festival de Deauville em 2014. Uma produção realizada por imigrantes iranianos nos Estados Unidos que traz um estilo mesclado entre o horror, a fantasia, […]

Por Revista Moviola

18 de Setembro de 2018

O curta documentário Ilha das Flores, lançado no ano de 1989, dirigido por Jorge Furtado, com a duração de 13 minutos, cria no espectador, nos seus primeiros cinco minutos, a sensação de que se vai assistir a uma comédia. As imagens, em sequências rápidas e a voz off do ator Paulo José, levam o público a […]

Por Revista Moviola

13 de Setembro de 2018

  Elena (2012) tem um tom extremamente pessoal por narrar a triste história da irmã mais velha da diretora que dá nome ao filme. O documentário aborda a forte relação entre a personagem e Petra Costa, mostrando a depressão e as fraquezas vividas por Elena (sua irmã mais nova), pelo desejo de ser atriz. O filme […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Música Odeon Oscar Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.