Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Babás

Babás


Por

Publicado em 18 de Fevereiro de 2019

babas

O filme documentário Babás (2010), de Consuelo Lins, nasce do incômodo da diretora ao constatar, na relação com sua ex-babá, o tanto que ela se dedicara – ao longo do tempo – aos cuidados com sua família, abrindo mão de seus próprios familiares. O filme problematiza as relações hegemônicas do país entre a classe dominante, branca e abastada, e a classe de mulheres negras, nordestinas e pobres, que ao longo da história do Brasil deixaram de cuidar de seus próprios filhos para trabalhar em casas de família, se dedicando aos filhos de suas patroas.

Babás apodera-se de fotos e imagens de arquivo, como dispositivos para a reflexão sobre o tema. Uma foto antiga, datada de 1860, abre o documentário. Nela, a imagem de uma mulher negra, provavelmente escrava, ao lado de uma criança branca. Em voz off é dito que a mulher, possivelmente,  só esta na foto por ter sido ama de leite do menino, entre os dois percebe-se afeto.  Ainda em off  é citado o comentário de um historiador que diz: “quase todo o Brasil cabe nesta foto”.

O filme é narrado em primeira pessoa, na voz da produtora executiva do filme, Flávia Castro, como se fosse à memória de Lins, que em muitos momentos se coloca como participante efetiva do filme. O incômodo do tema leva a diretora a dizer que não teve coragem de entrevistar a atual babá, que cuida de seu filho, para não correr o risco de contaminar o depoimento, devido à relação patroa/empregada que ainda mantém na família.

Lins usa, em grande parte do filme, imagens de arquivo, algumas do próprio acervo pessoal e depoimento de mulheres, em sua maioria, negras e nordestinas que falam de suas relações com seus patrões. Apesar de Babás levar à tela as relações de afeto e carinho que estas mulheres mantêm com as crianças, a diretora não deixa revelar a violência emocional que estas profissionais sofrem por abandonarem seus filhos para se dedicarem aos filhos de suas patroas, e em muitas das vezes, transferindo o amor que dariam, se pudessem, aos seus próprios.

É interessante observar o modo como a relação patroa/empregada se perpetua ao longo dos séculos, desde a escravidão, em que as Sinhás mantinham por perto as negras, amas de leite, para cuidarem de seus filhos, a época atual.

O filme competiu em diversos festivais, ganhou o prêmio de Melhor Curta do ReCine (2010), foi também vencedor no festival internacional de curtas de São Paulo (2010) e eleito Melhor Filme na opinião da crítica em Gramado (2010). Consuelo Lins faz deste documentário uma espécie de retratação social e etimológica, assumindo a mea culpa, ao deixar claro que tanto sua família, quanto ela própria usaram os serviços destas profissionais e que, muito embora reconheçam sua importância,  não reduz o conflito entre elas – as patroas – e as mães substitutas.

O filme é o retrato histórico da realidade das babás no Brasil através dos tempos.

Por Roger Davill

Aluno de Cinema da FACHA

 



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

28 de Outubro de 2019

                            Em 2020, o Internacional Uranium Film Festival comemorará uma década. O evento é o único no país dedicado a expor e debater o invisível mundo atômico e seus riscos radioativos. Em quase uma década, o festival reuniu produções cinematográficas de vários […]

Por Revista Moviola

19 de Outubro de 2019

              O longa-metragem Fendas apresenta uma protagonista mulher e paisagens, sons e imagens que envolvem seu trabalho num centro de pesquisas no Rio Grande do Norte. Seus objetos de pesquisa e seu cotidiano se mesclam. A personagem, uma cientista do campo da física, captura imagens de pessoas à distância. […]

Por Marcella Rangel

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Odeon Oscar Poemas Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.