Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Cidade Cinza

Cidade Cinza


Por

Publicado em 15 de Fevereiro de 2019

cidade cinza

Cidade Cinza (2013), é um documentário brasileiro dirigido por Marcelo Mesquita e Guilherme Valiengo que trata do grafite exposto nos espaços públicos da cidade de São Paulo. O filme traz como contraponto as ações da prefeitura para reduzir o número de pichações julgadas esteticamente  “feias” pelo governo.

As primeiras imagens são de um plano aéreo de São Paulo mostrando uma metrópole sem cor, acinzentada, acompanha as imagens a narração d’os Gêmeos (Otávio e Gustavo Pandolfo), defendendo a necessidade da arte de rua na cidade.  Os artistas argumentam que a arte do grafite pretende “quebrar” o espectro cinza e colorir os muros com arte.

Há em todo filme a fala dos moradores de São Paulo que, em sua maioria, apreciam os grafites e afirmam que a arte representa a cidade por retratar nos desenhos suas histórias e fazer críticas sociais. Esta representatividade da cidade através do grafite surge para a população como um movimento de resistência a repressão oficial dos governantes, e neste caso não podem ser apagados. Apesar disso, a prefeitura já cobriu com tinta um mural de mais de 700 metros contendo grafites de diversos artistas brasileiros.

O prefeito de São Paulo, na ocasião, foi se retratar a mídia alegando a ação da prefeitura como um “engano”, em seguida autorizou que os mesmos artistas grafitassem de novo o muro, porém se negou a ajudar nos custos. Todo este processo é mostrado no documentário evidenciando, sempre, a posição da população favorável a arte de rua. Em alguns momentos faz-se uma conexão entre os grafites e as reações das pessoas diante da arte, em geral as camadas mais populares acham que intervenção combina com o visual urbano da cidade. Os planos que compõe o filme engrandecem a cidade e seus grafites o que de certo modo reforça a relação cidade-grafites.

A criação artística dos grafiteiros é também abordada, fala-se da arte conceitual, da atualidade da obra e do inconsciente coletivo, já que os trabalhos são expostos nos espaços públicos e de grande circulação.

Os gêmeos Otávio e Gustavo Pandolfo, tem no filme um grande espaço para suas falas e exibição de suas obras por serem um dos pioneiros nessa arte no Brasil que, na atualidade, se transformou em mais uma tribuna de defesa e criticas do cotidiano.

Por Luca Delacave

Aluno de cinema da FACHA



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

19 de Abril de 2018

  A mostra Corpos da Terra, cujas produções selecionadas refletem sobre a resistência indígena no Brasil atual, tem sua segunda edição entre os dias 20 e 23 de abril. O evento é realizado em parceria com o CineMosca e, além da exibição de filmes, terá mesas de discussão sobre a diversidade de mundos indígenas em […]

Por Revista Moviola

17 de Abril de 2018

  A dica de um precioso acervo para entender a situação indígena no Brasil atual é da jornalista Raquel Baster, mineira que vive atualmente no estado da Paraíba e colaborada com algumas atividades do Movimento da Mulher Trabalhadora Rural do Nordeste (MMTN-NE), entre elas, a oficina de roteiro para o documentário Mulheres rurais em movimento (2016), filme […]

Por Revista Moviola

14 de Abril de 2018

O documentário O desmonte do Monte, dirigido por Sinal Sganzerla, aborda a história do Morro do Castelo, seu desmonte e arrastamento. O Morro do Castelo, conhecido como “Colina Sagrada”, foi escolhido pelos colonizadores portugueses para ser o local das primeiras moradias e fundação da cidade do Rio de Janeiro. Apesar de sua importância histórica e […]

Por Revista Moviola

12 de Abril de 2018

  O documentário Auto de Resistência, dirigido por Natasha Neri e Lula Carvalho,  aborda os homicídios praticados pela polícia contra civis no estado do Rio de Janeiro. As mortes e as violações dos direitos humanos acontecem em casos conhecidos como “autos de resistência” – classificação usada para evitar que os policiais sejam responsabilizados pelos homicídios, […]

Por Revista Moviola

11 de Abril de 2018

O filme Livre Pensar – cinebiografia Maria da Conceição Tavares homenageia uma das economistas mais importantes do Brasil e, particularmente, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A sessão de exibição do documentário ocorrerá dia 24 de abril, às 18h, no Salão Pedro Calmon da UFRJ (Av. Pasteur, 250, 2º andar / Urca). A […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Música Odeon Oscar Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.