Revista Moviola – Revista de cinema e artes » White God

White God


Por

Publicado em 22 de Outubro de 2014

White God, de Kornél Mundruczó.

Que tipo de filme é este, que conquistou o prêmio Un Certain Regard em Cannes e que tem no elenco mais de cem cachorros? Trata-se de uma história bizarra, ambientada em Budapeste, de uma menina e seu cão, Hagen. A sequência inicial, que será repetida num outro momento, é uma fantasmagórica imagem de uma menina correndo de bicicleta e sendo perseguida por centenas de cães. Lá para a frente, vamos reenquadrar essa cena ao lendário conto do flautista de Hamelin, só que em vez de ratos temos cães.

O diretor húngaro Kornél Mundruczó desenvolveu um thriler de vingança da natureza, que sofre maus-tratos, contra o homem. (Semelhanças com Os Pássaros também são válidas.) As filmagens duraram 60 dias, dos quais 45 foram gastos filmando cães. Disse-me o diretor que “eles eram as verdadeiras estrelas e que tudo era dimensionado para o tempo deles”. Então, houve longas pausas para o descanso e para alimentação dos animais. As sugestões de maus-tratos a eles foram todas forjadas, esclarece uma mensagem nos créditos iniciais e finais. O mecanismo de se filmar tantos animais juntos a uma criança baseou-se na cooperação e na separação deles em grupos menores. Cada grupo tinha um líder. E assim eles puderam filmar nas ruas, com uma equipe fantástica que cercava e vigiava o cenário incessantemente.

Na verdade, o título White God, que brinca com o terno “dog”, recai sob a perspectiva do cão, que age como se questionasse a supremacia humana e branca na face da Terra.

O roteiro teve de ser modificado inúmeras vezes à medida que a equipe se dava conta do que os cachorros poderiam ou não realizar, como truques e habilidades. E é notável a pesquisa de pré-produção, consultando vídeos sobre brigas entre cães, adestramentos e associações protetoras de animais.

Mas não são apenas os bichos que comovem o público; também a empática Lili, dona de Hagen e flautista, que de uma hora para a outra é obrigada a passar as férias com o pai, com quem parece ter uma relação distante. O pai não nutre nenhuma simpatia pelo animal doméstico e acaba abandonando-o no meio da estrada.

A metáfora de onipotência humana é o mote que conduzirá às cenas finais de horror e suspense. Creio que para os distribuidores internacionais divulgar White God seja um desafio, porque o roteiro é quase único. E na sua unicidade, surpreende.

White God, de Kornél Mundruczó (Fehér Isten, Hungria / Alemanha / Suécia, 2014)

Veja a cobertura completa do London Film Festival 2014



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

28 de Outubro de 2019

                            Em 2020, o Internacional Uranium Film Festival comemorará uma década. O evento é o único no país dedicado a expor e debater o invisível mundo atômico e seus riscos radioativos. Em quase uma década, o festival reuniu produções cinematográficas de vários […]

Por Revista Moviola

19 de Outubro de 2019

              O longa-metragem Fendas apresenta uma protagonista mulher e paisagens, sons e imagens que envolvem seu trabalho num centro de pesquisas no Rio Grande do Norte. Seus objetos de pesquisa e seu cotidiano se mesclam. A personagem, uma cientista do campo da física, captura imagens de pessoas à distância. […]

Por Marcella Rangel

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Odeon Oscar Poemas Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.