Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Mr. Turner

Mr. Turner


Por

Publicado em 16 de Outubro de 2014

Mr. Turner, de Mike Leigh.

O último de Mike Leigh (Nu, O Segredo de Vera Drake), cineasta engajado à esquerda do Reino Unido, é uma biografia cansativa do pintor J. M. W. Turner, interpretado por Timothy Spall. Tendo estreiado em Cannes, o filme agora vem para o Reino Unido, já com distribuição internacional.

Leigh e seu diretor de arte, Dan Taylor, em suas primeiras tomadas, buscam um jogo de luz e sombra que persegue as telas de Turner. Entretanto, Leigh não é Greenaway e sua busca acaba se diluindo em cópia de imagem fixa a imagem em movimento. Vez por outra, porém, esse recurso engloba o que o cinema pode trazer de único e em oposição à pintura, que é a passagem de uma cena a outra, misturando e confundindo as paisagens. Por exemplo, num momento em que Turner pinta velozmente, salpicando a tela cinza de cuspe, e na cena seguinte a tela se transforma em paisagem real, um relevo de pedras cinzas.

O filme é marcado por momentos de humor tipicamente inglês que testemunham a inabilidade do pintor na arte da oratória, ao se atrever a cantar ao lado de uma pianista e aos seus repetitivos resmungos. Parece que Turner, como homem, é um ser inerte e impossível de se transformar; ele é apenas um ágil observador de paisagens e pássaros, mas pouco afeto aos retratos e às pessoas. O seu registro é a captura da distinção entre o nascer do sol e o poente. Como retratar essa diferença?

Timothy conquista por sua teimosia, sua insistência, reflexo da produção imensamente vasta do pintor. Assim, teimosamente insistindo em não se relacionar com sua primeira mulher e filhos, a contenção da teimosia escapa num movimento de mãos juntas às suas próprias costas. É um tormento que vai desaguar, cenas depois, num choro-gozo num quarto de prostituta.

Mr. Turner não se detém muito em fazer um retrato da época. As referências ao século passado se apoiam exclusivamente nas excentricidades dos personagens, na da criada-amante coxa e ignorante, na de seus contemporâneos colegas de Academia, nos habitantes do litoral. Creio isso baste, porque, como já ressaltamos, o que interessava a Turner eram as paisagens, não as pessoas.

Se você como eu é fã de Turner, vale a pena ir ao cinema. Não espere exasperações e achados incríveis no enredo. Aja como o próprio pintor, ao se fazer passar por Ulisses amarrado ao barco. Entregue-se à tempestade no mar de modo contido. Deixe passar as ondas mais furiosas e testemunhe a soberania da natureza.

Mr. Turner, de Mike Leigh (Reino Unido, 2014)

Veja a cobertura completa do Festival do Rio 2014

Veja a cobertura completa do London Film Festival 2014



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

28 de Outubro de 2019

                            Em 2020, o Internacional Uranium Film Festival comemorará uma década. O evento é o único no país dedicado a expor e debater o invisível mundo atômico e seus riscos radioativos. Em quase uma década, o festival reuniu produções cinematográficas de vários […]

Por Revista Moviola

19 de Outubro de 2019

              O longa-metragem Fendas apresenta uma protagonista mulher e paisagens, sons e imagens que envolvem seu trabalho num centro de pesquisas no Rio Grande do Norte. Seus objetos de pesquisa e seu cotidiano se mesclam. A personagem, uma cientista do campo da física, captura imagens de pessoas à distância. […]

Por Marcella Rangel

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Odeon Oscar Poemas Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.