Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Redes

Redes


Por

Publicado em 29 de Setembro de 2014

Redes, de Fred Zinnemann e Emílio Gómez Muriel.

Após a morte do filho – por não ter condições de pagar o hospital -, Miro lidera a revolta dos pescadores em Porto Alvarado, Veracruz, contra o baixo preço que os trabalhadores recebem pelo peixe (apenas seis centavos por quilo).

Restaurado pela Cinemateca de Bolonha, graças ao negativo preservado pela Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM), e parte do projeto da World Cinema Foundation, de Martin Scorsese, Redes, embora seja o segundo filme de Fred Zinnemann (Oscar de melhor diretor por A Um Passo da Eternidade e por O Homem que Não Vendeu Sua Alma), tem como verdadeira força criativa o fotógrafo Paul Strand – que também co-escreveu o roteiro -, um dos grandes nomes do primeiro cinema experimental norte-americano. Junto com o pintor Charles Sheeler, Paul Strand co-dirigiu, em 1921, o curta-metragem Manhatta, “sinfonia urbana” sobre a cidade de Nova York.

Paul Strand iniciou Redes como ensaio fotográfico, projeto que se ampliou e se transformou no filme, onde também se destaca a trilha sonora de Silvestre Revueltas. A influência do cinema soviético nas composições de Strand é nítida: as obras de Eisenstein, Pudovkin e Dovzhenko estrearam nos Estados Unidos no começo da década de 1930. O próprio Eisenstein viajou para Hollywood, a fim de adaptar o romance “An American Tragedy”, de Theodore Dreiser, que não levou adiante, mas permitiu que filmasse Que Viva México, em 1931.

Apesar da experiência mexicana de Eisenstein, a maior referência de Paul Strand é Terra, de Aleksandr Dovzhenko: os mesmos contra-plongées expressivos de rostos emoldurados na luz branca do céu, o trabalho dos corpos em movimento, a duração mais prolongada dos planos (ao invés dos cortes rápidos do Eisenstein de Outubro), a exposição didática da cadeia produtiva que une o pescador ao miserável das cidades.

O coronel local, dono dos barcos e das redes, provoca a cizânia entre os pescadores através do candidato às próximas eleições. A tática de “dividir para conquistar” funciona e, na luta entre os trabalhadores, Miro é assassinado. No entanto, mais poderoso que um herói é um herói morto: Miro se transforma em mártir e finalmente unifica os pescadores na batalha contra a exploração capitalista.

A última sequência de Redes, do funeral, remete novamente à Terra, quando os pescadores carregam o corpo de Miro ao barco e se lançam ao mar, rumo à cidade, para anunciar aos moradores sua luta. No percurso, mais e mais barcos se unem, formando um cortejo. Um a um, os barcos avançam em direção à câmera e se fundem com as ondas que quebram violentamente na areia da praia. Os novos tempos chegaram: a revolução começou.

Redes, de Fred Zinnemann e Emílio Gómez Muriel (México, 1936)

Veja a cobertura completa do Festival do Rio 2014



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

19 de Outubro de 2019

              O longa-metragem Fendas apresenta uma protagonista mulher e paisagens, sons e imagens que envolvem seu trabalho num centro de pesquisas no Rio Grande do Norte. Seus objetos de pesquisa e seu cotidiano se mesclam. A personagem, uma cientista do campo da física, captura imagens de pessoas à distância. […]

Por Marcella Rangel

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Por Revista Moviola

26 de Fevereiro de 2019

Perigo Por Encomenda (2012), escrito e dirigido por David Koepp, traz ao público a cidade de Nova York como elemento determinante na narrativa e na estética do filme. O longa conta a história de um mensageiro que usa como transporte uma bicicleta (Wilee, interpretado por Joseph Gordon-Levitt) em Manhattan, o personagem precisa entregar, um envelope […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Odeon Oscar Poemas Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.