Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Em Berkeley

Em Berkeley


Por

Publicado em 7 de Outubro de 2013

Em Berkeley, de Frederick Wiseman.

Em Marcel Ophüls, um Viajante, Marcel Ophüls reencontra o velho amigo Frderick Wiseman em uma estação de esqui nos Estados Unidos. Os dois cineastas conversam sobre a natureza do documentário. Para Wiseman, que odeia as definições “cinema-verdade”, “cinema-direto”, “cinema observacional”, são apenas filmes. Ele afirma que dirige ficção: toda a estrutura narrativa, a caracterização das personagens e a escolha da posição de câmera vem da ficção, não do documentário.

Qual a ficção que Wiseman realiza em Em Berkeley? Ele não a escolhe por acaso: trata-se da melhor universidade pública do mundo, de acordo com ranking que o próprio conselho diretor de Berkeley se orgulha em mostrar. O filme narra, justamente, a decadência da educação pública nos Estados Unidos, através do microcosmo da Universidade da Califórnia (embora seja difícil falar em “micro” dado o tamanho imenso do campus), cujas dificuldades em se manter com o orçamento decrescente do governo do estado a forçam a aumentar as taxas para os alunos e a cortar os gastos com a equipe de manutenção, a fim de preservar a excelência do ensino.

Em Berkeley se organiza em três blocos de sequências narrativas, que se alternam. Há a reunião do conselho diretor da universidade (formado, ironicamente, por ex-alunos de Berkeley), que discute a melhoria da gestão, ou seja, o corte de gastos – cerca de 75 milhões de dólares por ano – com o pessoal. Temos as aulas e os projetos de pesquisa, que Frederick Wiseman registra quase integralmente em longos planos-sequências, para retratar a qualidade do ensino público que se vê ameaçada: o robô que não dobra o pedaço de pano, o exoesqueleto que permite ao paraplégico andar com muletas, a discussão de por que os afro-americanos são rejeitados nos grupos de estudos, a palestra a respeito das supernovas, o debate sobre o aumento da pobreza na América, sobretudo na classe média e nos subúrbios, e como ela afeta os alunos de Berkeley. Por fim, o dia-a-dia do campus, com o trabalho da equipe de manutenção, o jogo de futebol americano, os estudantes que leem sob as árvores, caminham, namoram. Tudo e todos na expectativa da manifestação do dia 7 de outubro – que Wiseman usa como “gancho” para conduzir a narrativa -, a qual ocupará a biblioteca do campus, produzirá uma lista absurda de exigências, mas terminará pacificamente e sem resultados práticos.

Frederick Wiseman continua seu estudo das instituições norte-americanas para, a partir da Universidade da Califórnia em Berkeley, refletir sobre a condição dos Estados Unidos após a crise econômica de 2008. Os cortes nos gastos com a educação pública, o aumento das taxas para os estudantes, o empobrecimento da classe média e dos subúrbios, o aumento da diversidade étnica, a imigração. Como manter Berkeley aberta a todos se apenas 16% de seus recursos vêm do governo do estado? Como a direção, cujos professores estiveram nas manifestações pelos Direitos Civis, pela liberdade de expressão e contra a Guerra do Vietnã nas décadas de 1960 e 1970, lidam com as demandas dos alunos, que reconhecem como justas?

Não há mais Guerra Fria, John Kennedy ou Martin Luther King. Para Wiseman, o neoliberalismo de Ronald Reagan venceu e levou a América para a beira do precipício.

Em Berkeley, de Frederick Wiseman (At Berkeley, 2013, Estados Unidos)

Veja a cobertura completa do Festival do Rio 2013



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

19 de Abril de 2018

  A mostra Corpos da Terra, cujas produções selecionadas refletem sobre a resistência indígena no Brasil atual, tem sua segunda edição entre os dias 20 e 23 de abril. O evento é realizado em parceria com o CineMosca e, além da exibição de filmes, terá mesas de discussão sobre a diversidade de mundos indígenas em […]

Por Revista Moviola

17 de Abril de 2018

  A dica de um precioso acervo para entender a situação indígena no Brasil atual é da jornalista Raquel Baster, mineira que vive atualmente no estado da Paraíba e colaborada com algumas atividades do Movimento da Mulher Trabalhadora Rural do Nordeste (MMTN-NE), entre elas, a oficina de roteiro para o documentário Mulheres rurais em movimento (2016), filme […]

Por Revista Moviola

14 de Abril de 2018

O documentário O desmonte do Monte, dirigido por Sinal Sganzerla, aborda a história do Morro do Castelo, seu desmonte e arrastamento. O Morro do Castelo, conhecido como “Colina Sagrada”, foi escolhido pelos colonizadores portugueses para ser o local das primeiras moradias e fundação da cidade do Rio de Janeiro. Apesar de sua importância histórica e […]

Por Revista Moviola

12 de Abril de 2018

  O documentário Auto de Resistência, dirigido por Natasha Neri e Lula Carvalho,  aborda os homicídios praticados pela polícia contra civis no estado do Rio de Janeiro. As mortes e as violações dos direitos humanos acontecem em casos conhecidos como “autos de resistência” – classificação usada para evitar que os policiais sejam responsabilizados pelos homicídios, […]

Por Revista Moviola

11 de Abril de 2018

O filme Livre Pensar – cinebiografia Maria da Conceição Tavares homenageia uma das economistas mais importantes do Brasil e, particularmente, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A sessão de exibição do documentário ocorrerá dia 24 de abril, às 18h, no Salão Pedro Calmon da UFRJ (Av. Pasteur, 250, 2º andar / Urca). A […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Música Odeon Oscar Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.