Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Diego Star

Diego Star


Por

Publicado em 30 de Setembro de 2013

diego-star

 

Traoré é um marinheiro costa-marfinense veterano que trabalha como segundo-engenheiro de um navio russo, o Diego Star, que dá nome ao filme, uma co-produção belgo-canadense dirigida por Frédéric Pelletier. Traoré é o único negro da tripulação, composta na sua maioria de maquinistas de países islâmicos e oficiais russos. Por isso, quando há uma avaria técnica no motor do Diego Star, forçando a tripulação a se abrigar num pequeno porto do Canadá, Traoré é pressionado por seu comandante a assumir a culpa.

Porém, no inquérito levado a cabo pela capitania dos portos canadense, o marinheiro africano revela às autoridades que a falha no navio não foi por conta de um erro humano, mas sim pelo estado de deterioração das válvulas do navio, que não são substituídas há tempos, devido ao descaso dos armadores russos. Quando o comandante e seu imediato percebem que Traoré os denunciou, seu pagamento atrasado é cancelado, e há uma forte pressão para que toda a tripulação se vire contra o africano.

Paralelo a seus problemas no navio, o filme segue a rotina de Traoré em terra firme. Todos os tripulantes do Diego Star são hospedados, com as despesas devidamente pagas pelo seu contratador, em casas de funcionários do porto de Lévis, pequena cidade-satélite de Québec onde o navio ancorou.

Traoré é realocado para a casa de Fanny, uma jovem e bela garçonete da cafeteria do porto. Fanny é uma mãe solteira com problemas em conciliar o emprego e seu filho Jérémie, um bebê de colo. Como Traoré tem muita empatia com crianças, dada a enorme saudade que sente de seus filhos crescendo na Costa do Marfim, ele logo começa ajudar Fanny com o filho e nas tarefas domésticas, estabelecendo um sutil elo emocional entre os dois.

No meio da neve do norte do Canadá, Traoré se envolve em uma espécie de “lugar nenhum”, onde ele é um estranho em todos os sentidos: um africano em terras frias, um marinheiro em terra firme e, quando sua atitude rebelde frente aos seus chefes no Diego Star se torna insustentável, também sem navio.

Com sua demissão, Traoré é impedido até mesmo de entrar no porto, ao mesmo tempo em que não tem documentos para estar um país estrangeiro. Para piorar mais, a empresa cancela o pagamento de hospedagem de Traoré a Fanny, que descobre da pior maneira que o africano foi demitido da empresa. Depois de uma pesada discussão com o marinheiro, Fanny o expulsa de casa, forçando Traoré a ir se refugiar na igreja da cidadezinha, onde ele já passava os dias de trabalho, logo após sua demissão.

Talvez a cena mais impressionante do filme seja a de seu clímax, quando Traoré tenta desesperadamente furar a guarda do porto e voltar para dentro de seu navio. Racionalmente ele sabe que não há sentido nenhum nessa ação, mas Diego Star representa para ele o único lar possível, uma vez que é também a única maneira de ele ter alguma legitimidade naquele “lugar nenhum”. A mensagem mais subliminar do filme parece ser a de que um ser humano só existe quando ele trabalha, quando ele paga, quando ele mora.

 

Trailer

YouTube Preview Image

 

Veja a cobertura completa do Festival do Rio 2013



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

19 de Outubro de 2019

              O longa-metragem Fendas apresenta uma protagonista mulher e paisagens, sons e imagens que envolvem seu trabalho num centro de pesquisas no Rio Grande do Norte. Seus objetos de pesquisa e seu cotidiano se mesclam. A personagem, uma cientista do campo da física, captura imagens de pessoas à distância. […]

Por Marcella Rangel

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Por Revista Moviola

26 de Fevereiro de 2019

Perigo Por Encomenda (2012), escrito e dirigido por David Koepp, traz ao público a cidade de Nova York como elemento determinante na narrativa e na estética do filme. O longa conta a história de um mensageiro que usa como transporte uma bicicleta (Wilee, interpretado por Joseph Gordon-Levitt) em Manhattan, o personagem precisa entregar, um envelope […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Odeon Oscar Poemas Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.