Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Only God Forgives

Only God Forgives


Por

Publicado em 13 de Julho de 2013

only-god-forgives-5

(Londres, Moviola) – Quando se sai da sala de cinema sem ter a certeza se se gostou ou não do que se acabou de ver, isso é um bom sinal. Uma sensação de desconforto teorizada por Roland Barthes em “textos de fruição”. Ideia de que aquilo é muito passível de se tornar cult. É o meu palpite para Only God Forgives (ainda sem título em português).

O filme é a segunda parceria entre Nicolas Winding Refn e Ryan Gosling; a primeira foi Drive. Aqui Ryan é Julian, um dono de ringues de box, que na verdade são uma fachada para lavagem de dinheiro sujo do narcotráfego. Muito diferente de Rocky ou de Touro indomável, Only God Forgives não se circunscreve essencialmente no mundo do pugilismo, na low life, na máfia asiática, na depravação do homem e no sado-masoquismo; vai buscar num surrealismo quase silencioso, minimalista, os índices para seu cinema. Refn me esclarece a questão, quando nos encontramos na première londrina, realizada num Brixton, bairro que concentra muitos imigrantes: “Eu queria fazer um filme sobre este movimento. Poderia muito bem ser um filme mudo, mas preferi carregar nos diálogos e dar a cada um deles múltiplos sentidos”.

Sobre a escolha de Kristin Scott Thomas para um papel tão inusual na sua carreira, o cineasta dinamarquês conta que a seleção de atores foi feita em Londres e lhe fora sugerido o seu nome. “Ah! Mas ela não vai topar ser a mãe piriguete de dois homenzarrões símbolos sexuais. Bom, ela topou, não sem antes perguntar a Refn, “por que eu?”. “Ué, você fez ‘Quatro casamentos e um funeral!’”

Provocador, Refn tinge a tela de vermelho e violência numa Bancoc para lá de desmistificada. “De dia, Bancoc é uma Disneylândia, e de noite, a cidade não pára.” Sim, óbvio, um perfeito cenário para um thriller de ação de drogas e sexo, ótimo para angariar patrocínio, mas só que não. Deus, aqui, é o policial e lutador de artes marciais Vithaya Pansrigarm, que aplica a justiça como no código draconiano ‘olho por olho, dente por dente’. E tudo isso ainda dá lugar ao sobrenatural, algo em que Refn piamente acredita: “Minha filha de dois anos constantemente acordava durante a noite, apontava para um canto da casa em Bancoc e dizia ‘Não! Não’. Tivemos de chamar um xamã para espantar o fantasma. Não adiantou. A gente teve de mudar de apartamento”.

Então, quando o filme chegar ao Brasil, leve consigo a chave para as portas da percepção. Provavelmente, você vai ser tentado, como Julian, a enfiar a mão no útero da sua mãe, como um “modo de voltar a sua origem”, diz o diretor. Ou vai achar tudo estranhamente fora do contexto kitch e rico de significado imagético nas cenas de karaokê. A porta de acesso aqui pode ser a de emergência. Abra-a.

Veja o trailer

YouTube Preview Image



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

19 de Outubro de 2019

              O longa-metragem Fendas apresenta uma protagonista mulher e paisagens, sons e imagens que envolvem seu trabalho num centro de pesquisas no Rio Grande do Norte. Seus objetos de pesquisa e seu cotidiano se mesclam. A personagem, uma cientista do campo da física, captura imagens de pessoas à distância. […]

Por Marcella Rangel

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Por Revista Moviola

26 de Fevereiro de 2019

Perigo Por Encomenda (2012), escrito e dirigido por David Koepp, traz ao público a cidade de Nova York como elemento determinante na narrativa e na estética do filme. O longa conta a história de um mensageiro que usa como transporte uma bicicleta (Wilee, interpretado por Joseph Gordon-Levitt) em Manhattan, o personagem precisa entregar, um envelope […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Odeon Oscar Poemas Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.