Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Sundance 2013 terminou

Sundance 2013 terminou


Por

Publicado em 6 de Maio de 2013

sleepwalk

(Londres, Moviola) – No último dia da edição londrina do Sundance Film Festival, o destaque foi para Sleepwalk with me, uma comédia norte-americana, que ganhou o prêmio de público em Utah. Mike Birbiglia, que atua, dirige e é responsável por parte do roteiro, junto com Ira Glass e Seth Barrish, é um stand-up comediante, em crise pessoal e na carreira. A première europeia foi acrescida de um debate com Birbiglia e Jimmy Carr, famoso comediante da TV inglesa.

O filme é uma egotrip, ainda que sincera, sobre as vicissitudes de se afirmar como comediante nos Estados Unidos. Mesmo com um roteiro que levou três anos para ser finalizado, o tipo de humor de Birbiglia, comparado ao de Woody Allen por parte da imprensa , não decola, não libera toxinas no corpo, não vence. Sem dúvida, por ser autobiográfico – e tenho razões pessoais para acreditar que a vida de um comediante real encontre verossimilhanças no que Birbiglia nos conta –, Sleepwalk with me expõe o lado desajustado de um artista que deve fingir felicidade, enquanto no fundo é melancólico e imaturo. A quebra da quarta parede, antes de ser algo criativo, é considerado manjado, batido, até mesmo a série de TV House of Cards está fazendo uso desse recurso.

No entando, Sleepwalk with me teve o apoio e o patrocício do Instituto Sundance. Coisas do mundo do entretenimento.

Bastidores e diretores

O Sundance Festival inclui, na sua versão original, uma série de atividades paralelas que não se restringem aos dias do festival, mas permanecem durante o ano todo. Entre elas, laboratórios de roteiro e encontros entre diretores e o público. O último dia do festival nos ofereceu uma conversa muito especial com Francesca Gregorini (Emanuel and the truth about fishes), Jeff Nichols (Mud) e Jordan Vogt-Roberts (The kings of summer).

Enquanto Francesca insistiu na constatação de que o mundo cinematográfico é masculino, tanto o da produção como o da imprensa, e por isso é muito mais fechado ao tipo de filme que ela faz, e Vogt-Roberts explicou que é um tormento para os editores, porque ele filma sem cortes todas as repetições da mesma cena, Nichols expôs mais o seu processo criativo. Diz: “Talvez eu goste um pouco demais dos meus roteiros. Eu escrevo pensando nas pessoas que vão atuar nele. Em Michael Shannon, em Matthew McConaugey, em Sam Shepard, o que é uma loucura, mas, enfim, eles toparam. No meu roteiro, cada fala é um novo shot. E eu não gosto de ser muito específico nas rubricas. Não sou tão técnico. Tem muita coisa ainda que eu tenho de aprender. Ainda tenho muitos medos. Eu tenho medo da luz. E meu próximo filme vai ser uma ficção científica sobre a luz”.

Diante desta declaração, eu me espantei por que Mud, para mim, é muito técnico, o controle da luz nas cenas externas, por exemplo, é absurdo. Então, perguntei se isso era tudo instintivo e não estava no roteiro. Nichols me respodeu: “Vou me contradizer. Sim, está no roteiro. Mas eu nunca estou à vontade com a câmera, com os movimentos de câmera. Me sinto confinado. Em Mud, que é um filme sobre transição, fluidez, um rio, optei por uma steady cam. Contei com a ajuda extraordinária do meu diretor de fotografia, Adam Stone, que é um dos meus mais importantes colaboradores. Nas cenas com os meninos, disse-lhe para se mover apenas quando eles se movessem, como se houvesse uma corda unindo-os à câmera. Mas também acho que sou instintivo no set”.

Bem, o Sundance 2013 terminou. Me contem quais filmes independentes arranjaram estrada no Brasil.

Trailer

YouTube Preview Image



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

28 de Outubro de 2019

                            Em 2020, o Internacional Uranium Film Festival comemorará uma década. O evento é o único no país dedicado a expor e debater o invisível mundo atômico e seus riscos radioativos. Em quase uma década, o festival reuniu produções cinematográficas de vários […]

Por Revista Moviola

19 de Outubro de 2019

              O longa-metragem Fendas apresenta uma protagonista mulher e paisagens, sons e imagens que envolvem seu trabalho num centro de pesquisas no Rio Grande do Norte. Seus objetos de pesquisa e seu cotidiano se mesclam. A personagem, uma cientista do campo da física, captura imagens de pessoas à distância. […]

Por Marcella Rangel

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Odeon Oscar Poemas Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.