Revista Moviola – Revista de cinema e artes » The place beyond the pines

The place beyond the pines


Por

Publicado em 15 de Abril de 2013

The-Place-Beyond-the-Pines

(Londres, Moviola) – Há pelo menos um motivo por que as pessoas continuam indo ao cinema, mesmo depois de todos os confortos para transportar esta experiência para dentro de casa. Este motivo é: não perca este microssegundo, porque ele não volta. Se for ao banheiro, sussurrar qualquer coisa ao ouvido do namorado, tomar um gole de cerveja, vai se distrair. Vai perder o fio da meada. E é de fios do lado do avesso e de cabeça para baixo que se constrói The place beyond the pines – ainda sem titulo em português, segundo longa de Derek Cianfrance – o primeiro foi Blue Valentine, com o mesmo Ryan Gosling no papel principal.

Cianfrance abre o filme com a tela negra, mas um som de respiração ofegante. Ele quer que você ouça antes de ver. Você só saberá o contexto deste som, do meio para o fim do filme, em que o mesmo som volta, agora com a imagem correspondente. Em seguida, você acompanha a nuca de Luke (Ryan Gosling) dentro de um parque de diversões. Você vai no seu encalço até o globo da morte e entra junto com ele num rodopio de motos que desafiam o senso de equilíbrio. É uma inversão, é o Enforcado, é o lado do avesso que vem exposto, assim como nas camisetas que Luke veste. Não se trata apenas de moda, mas de um detalhe que batiza o filme.

The place beyond the pines te convida a prestar atenção às alternativas que nos restam entre andar na linha e ir atrás do que é importante para nós. O elo de importância aqui é a relação entre pai e filho, tanto de Luke quanto de Avery (Bradley Cooper), que passa a ser o foco narrativo da metade para o fim do filme. Estes fios do avesso da paternidade, DNA escondido no cromossomo Y, não são tão evidentes quanto os de mãe e filho. O afeto, a união, não é de útero, mas de presença, de evidência em atos como o de ser o provedor. É isso o que faz com que Luke decida roubar um banco, e decida repetir o ato, até a sua “moira”, até não poder mais escapar de seu destino de tragédia grega. É isso o que faz com que Avery pegue no colo o bebê sem pai e estabeleça com ele um elo que vai se revelar determinante 15 anos mais tarde.

O filme é extremamente bem cuidado, revelando um preciosismo que vai além da técnica e atinge uma sensibilidade quase “feminina”. Então, o que se espera que seja um lenço na cara do assaltante, na verdade, será apenas para proteger o rosto do anti-herói antes de passar um spray na moto. O seu “lenço” será outra marca, muito mais contemporânea: a do capacete de motoqueiro. Da mesma forma, os paralelismos de construções de cena, em que filhos repetem os caminhos dos pais e por isso são mostrados no mesmo ponto no cenário em momentos distintos.

No processo de pré-produção, Derek disse que aprendeu o timing dos documentaristas para aplicar na ficção. Por isso, seu filme é mais aberto ao inesperado, ao que acontece e será irrepetível, como a experiência do cinema dentro de sala própria para isso. Ele teve, por exemplo, de considerar o fato de que Ryan Gosling teria de aprender a guiar uma moto. Ele teve de respeitar o tempo de concepção, que é tão antagônico àquele da indústria do cinema.

Também sustenta o desconforto de Ryan em mostrar uma tatuagem na face e insistir para que o ator mantivesse esse estado durante as filmagens. O avesso, claro, acaba por se tornar identidade.

A Revista Moviola recomenda The place beyond the pines com muito entusiasmo. Há algo que se quebra neste entremear de fios do lado do avesso, algo muito maior do que simplesmente quebrar a lei.

 

Trailer

YouTube Preview Image



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Por Revista Moviola

26 de Fevereiro de 2019

Perigo Por Encomenda (2012), escrito e dirigido por David Koepp, traz ao público a cidade de Nova York como elemento determinante na narrativa e na estética do filme. O longa conta a história de um mensageiro que usa como transporte uma bicicleta (Wilee, interpretado por Joseph Gordon-Levitt) em Manhattan, o personagem precisa entregar, um envelope […]

Por Revista Moviola

21 de Fevereiro de 2019

Garota Sombria Caminha Pela Noite (2014) é um filme baseado em um curta de terror, com roteiro e direção de Ana Lily Amirpour e vencedor do prêmio da Revelação Cartier no Festival de Deauville em 2014. Uma produção realizada por imigrantes iranianos nos Estados Unidos que traz um estilo mesclado entre o horror, a fantasia, […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Música Odeon Oscar Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.