Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Um outro silêncio

Um outro silêncio


Por

Publicado em 9 de Outubro de 2011

Um outro silêncio, França/Argentina/Canadá/Brasil, 2011, Santiago Amigorena

A luminosidade fria do Canadá contrasta com o azul estonteante do céu da Argentina e da Bolívia em Um outro silêncio, o segundo longa-metragem do argentino Santiago Amigorena – seu primeiro filme é Segredos de Estado. O roadmovie narra a história de Mary (Marie-Josée Croze), uma policial de Toronto que perde repentinamente o marido e filho de uma forma absurda e violenta. Depois disso, ela pega um avião para a América Latina, onde sua jornada continua em busca do assassino de sua família pelas estradas poeirentas da fronteira da Argentina-Bolívia. Apesar do mote do filme ser a vingança, expõe paisagens íntimas da personagem, seu envolvimento com a máfia no passado, a solidão e outras perdas familiares, como a da própria mãe.

A inspiração de  Amigorena para o filme surgiu depois de viagens ao Canadá e ao Líbano, em um dos períodos de guerra. As viagens o fizeram pensar no argumento para o roteiro e em fazer um retorno às origens na Argentina. Ele mostra cenários belíssimos em Hui Hui e outros povoados do interior argentino. A bela fotografia e a direção de arte são pontos positivos, mas o filme peca porque porque cai em alguns clichês ao mostrar a suscetibilidade à corrupção dos policiais que trabalham na fronteira boliviana. O diretor passa um olhar estrangeiro sobre sua própria terra, mas esse é o olhar da personagem principal, Mary, que, mesmo com uma meta clara, está perdida na sua busca e em si mesma. Ela está viva, porém, sem sentimentos. Vemos ao longo da viagem que a vingança é o que a move, mas não mudará a sua condição, não levará a solidão nem a tirará do desamparo.

Mesmo com a proposta de fazer uma reflexão sobre a linha tênue entre a vingança e o perdão em tempos de violência, o roteiro não está bem amarrado apesar da ideia de trazer a ação do filme para a América Latina ser interessante e dar ênfase ao contraste entre o país rico da América do Norte e a pobreza dos desse lado do Atlântico com e sua realidade com casas pobres, o povo abandonado a própria sorte e o cotidiano de crime e violência dos que estão envolvidos com o tráfico de drogas. O diretor mostra ainda partes da Bolívia arrasada e sem perspectivas como a descrita por Eduardo Galeano nas Veias Abertas da América Latina – “uma obra contemporânea,  infelizmente”, como registrou o autor na edição revisada e publicada.

Mesmo que a câmera de Um outro silêncio não ultrapasse a superfície das mazelas sociais do nosso continente, a condições de vida do assassino do marido e do filho de Mary, e daqueles que ela encontra parecem levá-la a uma redenção inexplicável. Sem qualquer sutileza vamos percebendo que vingança e perdão, apesar de não terem uma aproximação fácil, são concepções complexos em situações extremas e nos levam a uma questão: quem são os culpados e quem são as vítimas?

 

Trailer:

YouTube Preview Image

Veja a cobertura completa do Festival do Rio 2011



2 Commentários sobre 'Um outro silêncio'

  1.  
    marcela

    11 Outubro, 2011| 8:16 pm


     

    a fotografia é linda, o resto não é mesmo bom, o roteiro é todo solto e a atriz não me convenceu, a américa latina é um arremedo com ela comprando tudo e todos com uma facilidade

  2.  
    Elis Galvão

    12 Outubro, 2011| 12:30 pm


     

    Boa observação, Marcela.

Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

28 de Outubro de 2019

                            Em 2020, o Internacional Uranium Film Festival comemorará uma década. O evento é o único no país dedicado a expor e debater o invisível mundo atômico e seus riscos radioativos. Em quase uma década, o festival reuniu produções cinematográficas de vários […]

Por Revista Moviola

19 de Outubro de 2019

              O longa-metragem Fendas apresenta uma protagonista mulher e paisagens, sons e imagens que envolvem seu trabalho num centro de pesquisas no Rio Grande do Norte. Seus objetos de pesquisa e seu cotidiano se mesclam. A personagem, uma cientista do campo da física, captura imagens de pessoas à distância. […]

Por Marcella Rangel

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Odeon Oscar Poemas Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.