Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Incêndios

Incêndios


Por

Publicado em 14 de Abril de 2011

 

Às vezes nada como escolher um filme antes de ter muitas informações sobre sua trama e surpreender-se com seu roteiro, história, personagens e temática. Foi assim quando escolhi assistir Incêndios (Incendies), do diretor canadense Dennis Villeneuve. Sua narrativa envolve um trio familiar, uma mãe e dois filhos, e aborda questões atuais, especialmente em tempos de levantes sociais no Oriente Médio. Incêndios mostra o conflito entre islâmicos e cristãos numa violenta guerra civil no Líbano. O diretor lança sua câmera sobre temas caros como perseguição política, imigração, relações familiares e, aos poucos, nos aproxima dos segredos mais íntimos de uma família. 

O roteiro de Valérie Beaugrand-Champagne, Wajdi Mouawad e Denis Villeneuve é excelente. É uma adaptação da peça homônima do escritor Mouawad. O livro faz parte de uma trilogia. o primeiro volume publicado foi Litoral, Incêndios foi o segundo. A reflexão sobre a origem, apresentada  no livro, também está no filme. As raízes dos irmãos gêmeos Simon, variante de Sarwane (Maxim Gaudette), e Jeanne, diminutivo de Janaane (Mélissa Désormeaux-Poulin) – filhos da guerrilheira Nawal Marwan (Lubna Azabal) – está mais distante deles e do que o espectador possa imaginar após assistir os primeiros dez minutos do filme. Depois de um acontecimento inesperado, os irmãos descobrem que o pai, tido como morto, vive. Além disso, têm um irmão cuja existência eles ignoravam. Tal revelação coloca uma missão no caminho dos dois, duas cartas seladas escritas pela mãe e que devem ser entregues ao pai e ao irmão. Isso é só a ponta do iceberg de uma jornada que os levará às cidades onde viveu Nawal durante a juventude.

Embora num primeiro momento Simon se recuse a sair do Canadá para se lançar nessa odisséia familiar, sua irmã Jeanne, que é matemática, resolve se aconselhar com um dos seus professores e decide partir para realizar o desejo da mãe. Com o auxílio de Jean Lebel (Rémy Girard), um notário para o qual Marwan trabalhou durante anos como secretária, Jeanne viaja e inicia sua busca em Beirute e em povoados do Líbano.

A sucessão de fatos, traumas, mentiras, verdades, pode ser familiar e compartilhada por outras famílias que vivem conflitos similares em países orientais ou do ocidente. Outra questão presente é o papel da mulher. É Jeanne, que ao saber a mãe ficou grávida pela primeira vez aos 14 anos, nos faz pensar sobre a formação e problemáticas com as quais as mulheres se deparam. Por engravidar, Marwan é rejeitada pelos irmãos e pela mãe. Depois, é enviada para viver com um tio, estudar e buscar outro futuro. O silêncio de Marwan, que ocultava o seu passado dos filhos, começa a ser rompido quando Jeanne descobre a existência de uma mãe determinada, com ideais e esperança. 

Mesmo estando entre os indicados ao Oscar de melhor filme estrangeiro deste ano, Incêndios estreou discretamente nas salas de cinema do Rio de Janeiro, o que não aconteceu com Cisne Negro, O discurso do Rei e Biutiful. Contudo, não deixa de ser um filme forte e mexe com nossas concepções de mundo e crenças.

O suspense e a curiosidade nos seduzem até a revelação final. Quando Simon anuncia para Jeanne uma conta que não pode dar certo, algo como a soma de um mais um ser diferente de dois. O resultado desse cálculo nos causa uma sensação esquisita no estômago, bagunça nosso pensamento “cristão” e incendeia qualquer fio de inocência que tenhamos ou finjamos ter. Há pessoas que não se importam em saber como termina a história antes de ver um filme, outras que preferem não conhecê-la até chegar à sessão escolhida, como no meu caso desta vez. Para manter a nossa expectativa, Villeneuve leva para os últimos minutos a revelação mais contundente. Para entender a matemática daqueles irmãos, os silêncios familiares e o amor que só as mães têm por seus filhos, é preciso montar o quebra-cabeça do passado no meio das cinzas. Assim pode começar uma nova história, fundamentada sobre a verdade. E aqui concluo, pois já dei muitas pistas sobre esse final especial.


Veja o trailer:

YouTube Preview Image







1 Commentário sobre 'Incêndios'

  1.  
    luciane

    17 Abril, 2011| 12:25 am


     

    Grande filme, grande história e grande crítica!

Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

28 de Outubro de 2019

                            Em 2020, o Internacional Uranium Film Festival comemorará uma década. O evento é o único no país dedicado a expor e debater o invisível mundo atômico e seus riscos radioativos. Em quase uma década, o festival reuniu produções cinematográficas de vários […]

Por Revista Moviola

19 de Outubro de 2019

              O longa-metragem Fendas apresenta uma protagonista mulher e paisagens, sons e imagens que envolvem seu trabalho num centro de pesquisas no Rio Grande do Norte. Seus objetos de pesquisa e seu cotidiano se mesclam. A personagem, uma cientista do campo da física, captura imagens de pessoas à distância. […]

Por Marcella Rangel

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Odeon Oscar Poemas Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.