Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Eu matei a minha mãe

Eu matei a minha mãe


Por

Publicado em 28 de Setembro de 2009

festival do rio - xavier dolan

Eu matei a minha mãe (J’ai tué ma Mère), é um filme longo demais, sem preocupação com a fotografia ou direção de arte. Mas chama atenção pelo fato do diretor canadense Xavier Dolan, aos 20 anos, ter escrito, dirigido, produzido, atuado como ator principal – ele interpreta o personagem Hubert Minel – e ter editado parte do filme.

O foco do longa é o drama existencialista do adolescente, que tem 16 anos e uma série de questões mal resolvidas com a mãe. Ele implica com o gosto kitsch dela, seus gestos e manias. A relação dos dois é paradoxal, amor e desprezo se mesclam e se alternam. Hubert, contudo, tem seu próprio mundo: o namorado Antonin, a amizade com a sua professora de artes e os vídeos que utiliza como uma espécie de suporte analítico para falar dos seus sentimentos e da mãe.

Uma das sequências que chama a atenção é quando a mãe de Antonin encontra a de Hubert e comenta que está feliz com o namoro de dois meses. A segunda, que até então não sabia de nada, não fica chateada por descobrir que o filho é gay, mas porque ele não contou para ela primeiro. O que nos faz refletir, pois, ainda não é comum observamos uma cena como essa no cotidiano familiar brasileiro.

Eu matei a minha mãe não é um grande filme, especialmente, porque os conflitos entre mães e filhos já foram explorados das mais variadas formas no cinema. O que se pode dizer é que a produção, com a assinatura do diretor em cinco categorias, é um trabalho que deve ser visto por estudantes de comunicação, de cinema e pelos que se interessam por uma das consagradas questões freudianas.

Trailer do filme:

YouTube Preview Image

Entrevista com Dolan no Festival de Cannes:

YouTube Preview Image

Eu matei a minha mãe, Xavier Dolan, 2009.

Veja a cobertura completa do Festival do Rio 2009.



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

19 de Abril de 2018

  A mostra Corpos da Terra, cujas produções selecionadas refletem sobre a resistência indígena no Brasil atual, tem sua segunda edição entre os dias 20 e 23 de abril. O evento é realizado em parceria com o CineMosca e, além da exibição de filmes, terá mesas de discussão sobre a diversidade de mundos indígenas em […]

Por Revista Moviola

17 de Abril de 2018

  A dica de um precioso acervo para entender a situação indígena no Brasil atual é da jornalista Raquel Baster, mineira que vive atualmente no estado da Paraíba e colaborada com algumas atividades do Movimento da Mulher Trabalhadora Rural do Nordeste (MMTN-NE), entre elas, a oficina de roteiro para o documentário Mulheres rurais em movimento (2016), filme […]

Por Revista Moviola

14 de Abril de 2018

O documentário O desmonte do Monte, dirigido por Sinal Sganzerla, aborda a história do Morro do Castelo, seu desmonte e arrastamento. O Morro do Castelo, conhecido como “Colina Sagrada”, foi escolhido pelos colonizadores portugueses para ser o local das primeiras moradias e fundação da cidade do Rio de Janeiro. Apesar de sua importância histórica e […]

Por Revista Moviola

12 de Abril de 2018

  O documentário Auto de Resistência, dirigido por Natasha Neri e Lula Carvalho,  aborda os homicídios praticados pela polícia contra civis no estado do Rio de Janeiro. As mortes e as violações dos direitos humanos acontecem em casos conhecidos como “autos de resistência” – classificação usada para evitar que os policiais sejam responsabilizados pelos homicídios, […]

Por Revista Moviola

11 de Abril de 2018

O filme Livre Pensar – cinebiografia Maria da Conceição Tavares homenageia uma das economistas mais importantes do Brasil e, particularmente, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A sessão de exibição do documentário ocorrerá dia 24 de abril, às 18h, no Salão Pedro Calmon da UFRJ (Av. Pasteur, 250, 2º andar / Urca). A […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Música Odeon Oscar Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.