Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Hotxuá

Hotxuá


Por

Publicado em 29 de Janeiro de 2009

Hotxuá, 2007, de Letícia Sabatella e Gringo Cardia.

Hotxuá, sacerdote do riso da tribo krahô.

Letícia Sabatella e Gringo Cardia passaram dez dias entre os índios da tribo krahô, no Tocantins, com o intuito de filmar os hotxuás, sacerdotes do riso – palhaços rituais que, além de manterem a força da comunidade ao alegrá-la, preservam os festejam que homenageiam as plantas, os quais constituem as leis principais dos krahôs.

Hotxuá, filme de descobertas. Os diretores ouvem os mais velhos da tribo, que explicam as tradições krahô, desconhecidas por nós. Letícia Sabatella e Gringo Cardia não assumem tom professoral – ao contrário, com humildade e respeito, dão voz aos entrevistados. Da mesma forma, registram com sincero maravilhamento a corrida das toras, que garante o equilíbrio da natureza, e a festa da batata, verdadeiro mito fundador que estruturou a organização social da aldeia, que originou os hotxuás e que se reencena todos os anos.

Contudo, Hotxuá poderia explorar com mais ênfase as relações entre os krahôs e o homem branco, bem como as ameaças à tribo – a expansão da soja, de um lado, e a hidrelétrica, de outro. A comunidade, mque teve a reserva demarcada por Cândido Rondon após massacre nos anos 40, vê-se hoje pressionada pelo modelo de desenvolvimento brasileiro, que privilegia o avanço das fronteiras agrícola e energética. Na melhor sequência do filme, com a enorme plantação de soja ao fundo, índios reclamam do novo “vizinho”, que lhes rouba as terras e que não lhes permite acesso ao rio.

Infelizmente, Letícia Sabatella e Gringo Cardia perdem tempo com o “lírico” encontro entre o hotxuá e o palhaço de origem européia. Momento contrangedor e descartável.

Veja a cobertura completa da 12ª Mostra de Cinema de Tiradentes



2 Commentários sobre 'Hotxuá'

  1.  
    Daniel

    7 Fevereiro, 2012| 7:43 am


     

    olá
    sinceramente, nao é nem um pouco constrangedor ou descartável o encontro do palhaço e do hotxuá.

  2.  
    Berardi

    17 Fevereiro, 2012| 11:05 pm


     

    Concordo, pois tornou-se algo forçado para aparecer no filme. Não há a palavra palhaço no idioma craô, muito menos a pintura do europeu. Foi construído para dar maior suposta autenticidade ao que o filme afirma ser verdade.

Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

19 de Outubro de 2019

              O longa-metragem Fendas apresenta uma protagonista mulher e paisagens, sons e imagens que envolvem seu trabalho num centro de pesquisas no Rio Grande do Norte. Seus objetos de pesquisa e seu cotidiano se mesclam. A personagem, uma cientista do campo da física, captura imagens de pessoas à distância. […]

Por Marcella Rangel

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Por Revista Moviola

26 de Fevereiro de 2019

Perigo Por Encomenda (2012), escrito e dirigido por David Koepp, traz ao público a cidade de Nova York como elemento determinante na narrativa e na estética do filme. O longa conta a história de um mensageiro que usa como transporte uma bicicleta (Wilee, interpretado por Joseph Gordon-Levitt) em Manhattan, o personagem precisa entregar, um envelope […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Odeon Oscar Poemas Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.