Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Cinema em 7 Cores

Cinema em 7 Cores


Por

Publicado em 25 de Novembro de 2008

Se havia alguma dúvida a respeito da presença de personagens LGBT no cinema brasileiro e de sua representação, esta dúvida foi sanada em 2002, quando Antônio Moreno publicou sua tese de mestrado em livro, A personagem homossexual no cinema brasileiro (Funarte / EDUFF, 2002). E sua conclusão é taxativa: não estamos muito bem na foto não. 

(…) o retrato existencial, social e cultural do homossexual é, no mínimo, deformante. No aspecto dos filmes analisados, raros demonstram um tratamento humanístico ou ético do homossexual (…)

Pelo retrato social oferecido nesses filmes, o homossexual seria, em síntese: um sujeito alienado politicamente; existente em todas as classes sociais, com preponderância na classe média baixa, onde, geralmente, tem um subemprego; de comportamento agressivo e que usa, freqüententemente, um gestual feminino exacerbado, o que se estende ao gosto pelo vestuário; e que nos relacionamentos interpessoais, mostra tendência à solidão e é incapaz de uma relação monogâmica, pois utiliza-se de vários parceiros, geralmente pagos, para ter companhia. 

É um modelo cruel, marcado pelo preconceito e a incompreensão, o deboche e a caricatura. Mas é a visão que, de forma especular, se depreende e que, infelizmente, prevalece neste assunto. Está expressa e pode ser comparada com o cotidiano de nossa sociedade. Onde indagaríamos: estas marcas têm vínculo com a realidade do homossexual brasileiro? É assim que ele deve ser representado? 

(MORENO, Antônio, op. cit.)

Boa pergunta.

Bom, Cinema em 7 cores, de Rafaela Dias e Felipe Tostes, não é a versão filmada de A personagem homossexual no cinema brasileiro – até porque, para isso, teria de ser um longa-metragem, porque tem material e fôlego para tal. Mas podemos considerá-lo um ensaio. E um excelente ensaio.

A estrutura é funcional, como pede um bom documentário informativo: entrevistas com críticos (como Andréa Ormond, do blog Estranho Encontro), cineastas (como Sandra Werneck, realizadora de Amores possíveis, e Karim Aïnouz, de Madame Satã) e outras personalidades (como o ex-BBB Jean Willys) e imagens de arquivo, de filmes brasileiros das últimas décadas – filmes onde, em sua maioria, aparecem estereótipos negativos em torno do personagem LGBT (a bicha-louca, a bicha – ou a sapata – perversa, a bicha – ou a sapata – ligada ao crime etc.) ou de como o lesbianismo era uma… digamos… pausa que refresca para o levantamento da… digamos de novo… moral do público masculino das pornochanchadas, salvo honrosas exceções. (Maiores detalhes sobre isso – e se me perdoarem a auto-propaganda – ver artigo deste escriba, Meninas de mãos dadas – O lesbianismo no Cinema, para a co-irmã Cinequanon). Na verdade, a pesquisa de imagens tornam este documentário um dos mais preciosos em termos de historiografia do cinema brasileiro – especialmente porque não mostram os estereótipos, mas suas honrosas exceções.

E faz-nos pensar não apenas sobre as razões disto mas da própria relação do povo LGBT com a tela grande aqui no Brasil, bem com o cansaço destas representações – sejam as estereotipadas e preconceituosas, seja as atuais, politicamente corretas demais e, no fundo, tão excludentes como o estereótipo.

Pena que seja curto. Vamos torcer pelo longa.

Veja a cobertura completa do 16º Festival Mix Brasil



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

19 de Abril de 2018

  A mostra Corpos da Terra, cujas produções selecionadas refletem sobre a resistência indígena no Brasil atual, tem sua segunda edição entre os dias 20 e 23 de abril. O evento é realizado em parceria com o CineMosca e, além da exibição de filmes, terá mesas de discussão sobre a diversidade de mundos indígenas em […]

Por Revista Moviola

17 de Abril de 2018

  A dica de um precioso acervo para entender a situação indígena no Brasil atual é da jornalista Raquel Baster, mineira que vive atualmente no estado da Paraíba e colaborada com algumas atividades do Movimento da Mulher Trabalhadora Rural do Nordeste (MMTN-NE), entre elas, a oficina de roteiro para o documentário Mulheres rurais em movimento (2016), filme […]

Por Revista Moviola

14 de Abril de 2018

O documentário O desmonte do Monte, dirigido por Sinal Sganzerla, aborda a história do Morro do Castelo, seu desmonte e arrastamento. O Morro do Castelo, conhecido como “Colina Sagrada”, foi escolhido pelos colonizadores portugueses para ser o local das primeiras moradias e fundação da cidade do Rio de Janeiro. Apesar de sua importância histórica e […]

Por Revista Moviola

12 de Abril de 2018

  O documentário Auto de Resistência, dirigido por Natasha Neri e Lula Carvalho,  aborda os homicídios praticados pela polícia contra civis no estado do Rio de Janeiro. As mortes e as violações dos direitos humanos acontecem em casos conhecidos como “autos de resistência” – classificação usada para evitar que os policiais sejam responsabilizados pelos homicídios, […]

Por Revista Moviola

11 de Abril de 2018

O filme Livre Pensar – cinebiografia Maria da Conceição Tavares homenageia uma das economistas mais importantes do Brasil e, particularmente, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A sessão de exibição do documentário ocorrerá dia 24 de abril, às 18h, no Salão Pedro Calmon da UFRJ (Av. Pasteur, 250, 2º andar / Urca). A […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Música Odeon Oscar Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.