Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Rebobine, Por Favor

Rebobine, Por Favor


Por

Publicado em 9 de Outubro de 2008

Rebobine, por favor, de Michel Gondry

Michel Gondry é um diretor virtuoso. E, por virtuoso, entenda-se um artista que extrapola na hora de apresentar seus dotes técnico-artísticos. Ou seja, assistir a um filme seu é como ir a um show daquela banda que você tanto admira e observar de perto os solos mirabolantes do guitarrista. O problema é que para os que não a admiram tanto, fica uma certa sensação de enfado ao ver aquele tal solo esticado por mais de cinco minutos.

E dentro dessa lógica, Rebobine, Por Favor talvez seja o filme mais virtuoso de Gondry. É que o seu já conhecido estilo de criar soluções lúdicas, baratas e interessantes para a cenografia são colocadas no filme em primeiro plano, em evidência. São, na verdade, parte da própria história que está sendo contada. Gondry ganhou notoriedade dirigindo videoclipes de artistas como Björk, Smashing Pumpinks, Daft Punk, entre outros. E entre os seus longas-metragens, figura o aplaudidíssimo Brilho eterno de uma mente sem lembranças, com roteiro de Charlie Kaufman (Quero Ser John Malkovich).

Rebobine, por favor, de Michel GondryRebobine, Por Favor é uma comédia acerca de uma pequena e decadente locadora de fitas VHS. O negócio anda mal porque chegou no mercado o DVD, e o proprietário (Danny Glover) não se modernizou a tempo. Para correr atrás do prejuízo, ele viaja para estudar o ramo de vídeos digitais. Quem fica cuidando da loja é apenas o atendente (Mos Def). O problema é que seu amigo Jack (Jack Black) acaba por desmagnetizar todas as fitas da locadora. Em apuros, os dois resolvem regravar alguns filmes do acervo, na esperança que os clientes não percebam.

As versões suecadas dos filmes, como eles chamam, acabam caindo no gosto da vizinhança, que faz fila e encomenda novas versões para eles. Assim, Gondry acaba colocando ironicamente em pauta um questão que tem dado muita dor de cabeça a Hollywood, a pirataria.

A dupla refilma diversos clássicos dos anos 80, como Caça-Fantasmas, Robocop e Conduzindo Miss Daisy. E é nessas refilmagens onde surge o gênio criador de Gondry, que lança mão de sua palheta cenográfica para criar soluções simples e lúdicas para problemas de produção. Assim, vemos carros de papel que no filme parecem carros de verdade, enfeites de árvores de natal no lugar dos raios dos caça-fantasmas, câmeras de vídeo em “visão noturna” para simular noite.

Com Rebobine, Por Favor, Gondry faz uma homenagem nostálgica não só aos filmes dos ano 80, mas à toda história do cinema. Porque em suas refilmagens, ele escancara a lógica criadora que é desde sempre perpetuada entre os que fazem cinema.

Até aí, tudo bem. Os problemas surgem quando nos debruçamos sobre o enredo em si. Para tão elaboradas e virtuosas soluções fílmicas, era de se esperar no mínimo que o roteiro mantivesse o mesmo nível. Entretanto, talvez no afã de prestar essa homenagem, confeccionou-se um roteiro com as mesma estrutura desses filmes em questão. Tudo muito previsível e desprovido da poesia que o filme quer suscitar.

No Rebobine, Por Favor sobrou Gondry, mas faltou Charlie Kaufman.

Veja a cobertura completa do Festival do Rio 2008



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Por Revista Moviola

26 de Fevereiro de 2019

Perigo Por Encomenda (2012), escrito e dirigido por David Koepp, traz ao público a cidade de Nova York como elemento determinante na narrativa e na estética do filme. O longa conta a história de um mensageiro que usa como transporte uma bicicleta (Wilee, interpretado por Joseph Gordon-Levitt) em Manhattan, o personagem precisa entregar, um envelope […]

Por Revista Moviola

21 de Fevereiro de 2019

Garota Sombria Caminha Pela Noite (2014) é um filme baseado em um curta de terror, com roteiro e direção de Ana Lily Amirpour e vencedor do prêmio da Revelação Cartier no Festival de Deauville em 2014. Uma produção realizada por imigrantes iranianos nos Estados Unidos que traz um estilo mesclado entre o horror, a fantasia, […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Música Odeon Oscar Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.