Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Katyn

Katyn


Por

Publicado em 7 de Outubro de 2008

Katyn, de Andrzej Wajda, 2007, Polônia.

Após a comédia farsesca Vingança (2002), Andrzej Wajda volta ao terreno familiar do drama histórico em Katyn, no qual revisa o massacre dos oficiais do exército polonês, em 1940, pelos soviéticos, na floresta que dá título ao filme.

Wajda, cujo pai foi assassinado em Katyn, debruça-se sobre os eventos que fundaram a Polônia do pós-Segunda Guerra Mundial: a divisão do país entre alemães e soviéticos, o aniquilamento das forças armadas e dos grupos de resistência nacionais, a ocupação e o domínio comunista. O genocídio, que de início os nazistas usam contra a URSS, torna-se símbolo político que legitima a presença do Exército Vermelho em solo polonês, uma vez que a máquina de propaganda stalinista responsabiliza os alemães e elimina qualquer indício da culpa soviética.

Recuperar a História, que décadas de mentiras oficiais do regime comunista soterraram. Andrzej Wajda busca as memórias individuais de personagens cujas vidas foram destruídas pelo massacre de Katyn – sobretudo os que orbitam Andrzej e Anna, sua esposa. O cineasta, no entanto, ao invés de apostar na câmera documental e na proximidade com aqueles que retrata (as quais surgem apenas no fim, na seqüência em que se fuzilam e desovam os prisioneiros na cova coletiva aberta dentro da floresta), prefere o luxo e o melodrama da encenação hollywoodiana, que se importa mais com os travellings afetados da fotografia em scope de Pawel Edelman, com a música hiper-dramática e onipresente de Krzysztof Penderecki e com os cenários e figurinos que recriam os ambientes do período.

A infinidade de personagens e de enredos mal-desenvolvidos prejudicam a narrativa de Katyn, pois se Andrzej Wajda despeja acontecimentos na tela, falta-lhe tempo para as dúvidas morais que corróem as entranhas de seus heróis, característica dos melhores filmes do diretor (O Homem de Ferro, Sem Anestesia, Cinzas e Diamantes). Apenas no episódio do tenente Jerzy, sobrevivente de Katyn e que se integra ao Exército Vermelho – mortificado por conhecer a verdade, e ao mesmo tempo por compactuar com a mentira sobre o genocídio -, vemos resquícios do combativo Wajda do Solidariedade.

Veja a cobertura completa do Festival do Rio 2008



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

28 de Outubro de 2019

                            Em 2020, o Internacional Uranium Film Festival comemorará uma década. O evento é o único no país dedicado a expor e debater o invisível mundo atômico e seus riscos radioativos. Em quase uma década, o festival reuniu produções cinematográficas de vários […]

Por Revista Moviola

19 de Outubro de 2019

              O longa-metragem Fendas apresenta uma protagonista mulher e paisagens, sons e imagens que envolvem seu trabalho num centro de pesquisas no Rio Grande do Norte. Seus objetos de pesquisa e seu cotidiano se mesclam. A personagem, uma cientista do campo da física, captura imagens de pessoas à distância. […]

Por Marcella Rangel

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Odeon Oscar Poemas Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.