Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Miragem em Abismo

Miragem em Abismo


Por

Publicado em 24 de Julho de 2008

O curta Miragem em Abismo, lançado na quarta, 23 de julho, pelo cineasta Eryk Rocha e o poeta Geraldo Carneiro, na Casa de Cultura Laura Alvim, foi perfeitamente definido por uma das espectadoras que, sabiamente, não se deu ao trabalho de esperar pelo debate após a sessão: “Isso é que é uma câmera na mão e nem uma idéia na cabeça”.

O lançamento foi marcado pelo burburinho da imprensa na área aberta da Casa Laura Alvim, pelo atraso para iniciar a  sessão e pela sala do teatro lotada. Contudo, o filme é enfadonho. Durante 30 minutos são recitados 15 poemas de Geraldo Carneiro, as falas dos atores são ilustradas com imagens redundantes. Quando um deles fala a palavra “sol”, a câmera mostra o sol, quando recita um verso que remete ao mar, aparece uma praia, as redundâncias e repetições de imagem são sucessivas.

O recital de poesias, que estava previsto para  antes da exibição, só aconteceu no final. E, embora a atriz  Mariana Ximenes, que também compõe o elenco, tenha um rosto lindo, faltou voz para recitar alguns poemas no filme. Além dela formam o elenco: Camilla Amado, Ana Paula Pedro, Nilcemar Nogueira, Paulo César Pereio e Olivia Byington. Juntos, eles não conseguiram dar vida às poesias de Geraldo Carneiro.

A intensão do diretor e do poeta era tornar o Miragem em Abismo um kynematopoema, fusão da palavra grega kynematos (movimento, dança, movimento político) com a palavra latina poema. A adaptação não funcionou , mesmo com todo movimento da câmera na mão. Mais uma vez, outra pérola da espectadora mencionada é certeira: “O cinema não é poesia. A poesia não é cinema.” Mas esta já é outra discussão.



3 Commentários sobre 'Miragem em Abismo'

  1.  
    naomi

    24 Julho, 2008| 11:08 pm


     

    pois é, sobrenome não é solução, já dizia a minha avó!já basta ter que aguentar bressane por aí….

  2.  
    sandra

    25 Julho, 2008| 4:53 pm


     

    Não concordo com a opinião sobre a Mariana Ximenes. Achei a suavidade dela em total sintonia com os poemas, gostei bastante. Já a Camilla Amado, que é magnífica, foi mal aproveitada no filme. Já as outras duas atrizes eu achei que foram mal escaladas. Pareciam não ter intimidade com o texto poético, embora a Nilcemar tenha feito até uma leitura interessante.
    Ah, e não foram 15 poemas. Foram 14. O poema ‘a sombra’ foi cortado (era uma cena minha do filme e não foi aproveitada).

  3.  
    Elis Galvão

    31 Julho, 2008| 11:24 am


     

    Sandra, registrei 15 poemas porque eles constavam nos créditos finais do filme.
    Obrigada por comentar o post.

Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

28 de Outubro de 2019

                            Em 2020, o Internacional Uranium Film Festival comemorará uma década. O evento é o único no país dedicado a expor e debater o invisível mundo atômico e seus riscos radioativos. Em quase uma década, o festival reuniu produções cinematográficas de vários […]

Por Revista Moviola

19 de Outubro de 2019

              O longa-metragem Fendas apresenta uma protagonista mulher e paisagens, sons e imagens que envolvem seu trabalho num centro de pesquisas no Rio Grande do Norte. Seus objetos de pesquisa e seu cotidiano se mesclam. A personagem, uma cientista do campo da física, captura imagens de pessoas à distância. […]

Por Marcella Rangel

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Odeon Oscar Poemas Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.