Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Festival Cinesul 2008

Festival Cinesul 2008


Por

Publicado em 20 de Junho de 2008

Cinesul

 

Até o dia 29 de maio a entrara é gratuita para assistir as produções recentes de filmes de países latinos, Portugal e Espanha. A 15ª edição do Cinesul – Festival Ibero-Americano de Cinema e Vídeo, que começou no dia 18, é a boa pedida do final de semana. São 240 filmes na programação, 80 em competição e cerca de 160 exibidos em mostras paralelas. As exibições acontecem no Centro Cultural Banco do Brasil, Centro Cultural Correios, Casa França-Brasil, Cinemateca do MAM e Ponto Cine, em Guadalupe. Os cinéfilos não devem esquecer que as senhas de entrada são distribuídas com meia-hora de antecedência.

Nas mostras paralelas destacam-se Panorama Brasil (longas de documentário e de ficção nacionais), Brasil Real (documentários em curta, média e longa-metragem), Foco Espanha (trabalhos do País Basco e das Ilhas Canárias), Bossas Musicais (filmes sobre música ou músicos), Bolívia, um país em transe (produções que retratam os conflitos nos últimos anos do governo Evo Morales), Palcos e Telas (filmes sobre cineastas e teatrólogos), Cinesul Animado (Curta-metragens de animação para o público infantil, juvenil e adulto), além de específicas das escolas de cinema de Madri, de Cuba (Escuela Internacional de Cine y Televisión de San Antonio de los Baños) e Buenos Aires (ENERC – Escuela Nacional de Experimentación y Realización Cinematográfica).

O organizador do Cinesul, Leonardo Gavina, revela que a comissão de seleção teve muito trabalho este ano, não só por conta do maior número de produções, como também pela qualidade dos trabalhos inscritos. “Foram decisões difíceis de tomar. Tenho certeza de que o público vai apreciar muito a programação”, disse Gavina.

O Cinesul busca consolidar um espaço de exibição, difusão e premiação da produção audiovisual de ficção e documental realizada em países ibero-americanos, além de apresentar programas específicos de cinematografias pouco divulgadas e homenagear cineastas consagrados. A programação do evento inclui também a promoção de encontros, seminários e oficinas; além de possibilitar o intercâmbio entre produtores, distribuidores e exibidores, e aproximar os criadores de seu público.

Em homenagem aos 40 anos dos festivais Viña del Mar, em 1967, e de Mérida, em 1968, marcos do nascimento Novo Cinema Latino-americano, é realizado o I Seminário e Fórum do Documentário Latino-Americano. Estarão presentes documentaristas de toda a América Latina que participarão de mesas de debates sobre a produção do gênero no continente. Entre os brasileiros: Eduardo Coutinho, Wladimir Carvalho, João Batista de Andrade, Evaldo Mocarzel, Silvio Tendler, Silvio Da Rin, Erik Rocha, Orlando Senna, entre outros. O evento acontece de 24 a 28 de junho, na Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM).

Brasil e Argentina

Os homenageados dessa edição são dois dos mais representativos cineastas sul-americanos da segunda metade do século XX e pouco conhecidos das gerações mais novas: o argentino Leopoldo Torre-Nilson e o brasileiro Olney São Paulo. Torre-Nilson foi diretor de, entre outros, Boquitas Pintadas, La Casa del Ángel e Martín Fierro. Já Olney São Paulo, dirigiu O Grito da Terra, Manhã Cinzenta, O Pinto vem aí, entre outros. O Festival relembra suas carreiras no ano do 30º aniversário da morte de ambos os diretores, que tiveram suas trajetórias marcadas por agressões sofridas pelos regimes autoritários em seus países. Os dois ganham mostras com seus principais trabalhos e uma exposição de fotos na Cinemateca do MAM, com entrada franca.

Música no Cinema

Dentro da programação do Festival, haverá ainda no dia 23, às 14h30, na Cinemateca do MAM. , o encontro A Música e a Imagem no Cinema. O evento reúne os consagrados compositores de trilhas sonoras David Tygel e José Luis Castiñera de Dios. Além de ex-integrante do grupo vocal Boca Livre, o brasileiro Tygel já compôs trilhas sonoras para o teatro e o cinema, onde conquistou quatro Kikitos em Gramado pelas músicas de O homem da capa preta, Doida demais, Quem matou Pixote e For all, trampolim para a vitória. Já Castiñera é o diretor de Manuel de Falla, filme de abertura do Cinesul. Em quatro décadas de trabalho como compositor, o argentino conquistou o prêmio César, em 1985, por Tango, el exílio de Gardel, e o prêmio Condor, concedido pela Asociación de Cronistas de La Argentina, em 2006.

Confira a programação aqui.



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

28 de Outubro de 2019

                            Em 2020, o Internacional Uranium Film Festival comemorará uma década. O evento é o único no país dedicado a expor e debater o invisível mundo atômico e seus riscos radioativos. Em quase uma década, o festival reuniu produções cinematográficas de vários […]

Por Revista Moviola

19 de Outubro de 2019

              O longa-metragem Fendas apresenta uma protagonista mulher e paisagens, sons e imagens que envolvem seu trabalho num centro de pesquisas no Rio Grande do Norte. Seus objetos de pesquisa e seu cotidiano se mesclam. A personagem, uma cientista do campo da física, captura imagens de pessoas à distância. […]

Por Marcella Rangel

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Odeon Oscar Poemas Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.