Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Fotografe o seu Cinema

Fotografe o seu Cinema


Por

Publicado em 20 de Dezembro de 2007

A Revista Moviola, preocupada com a efemeridade das salas de exibição, lança a campanha Fotografe o seu Cinema Antes que Ele Vire Uma Igreja. Faça a foto que bem desejar, como quiser e do ângulo que melhor lhe aprouver. A melhor foto não será premiada, mas quem enviar imagens terá a honra de publicar sua fotografia neste já renomadíssimo veículo.

Para enviar sua foto, use o formulário logo abaixo da galeria.

Envie a foto do seu cinema para a nossa campanha. Mas lembre-se de fazer uma boa descrição. Você pode enviar até três fotografias por vez. Apenas imagens no formato jpg (ou jpeg) são aceitas pelo sistema.

Seu nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Pergunta anti-span (obrigatório)
2+3=? 

Fale sobre sua foto





24 Commentários sobre 'Fotografe o seu Cinema'

  1.  
    Emilia

    9 Janeiro, 2008| 11:50 am


     

    Pena que o pessoal daqui de Mossoró-RN nem teve a chance de fotografar. Agorinha mesmo o cinema virou igreja. E não tem mais cinema na cidade. :(

  2.  
    Jandré

    11 Janeiro, 2008| 1:04 pm


     

    O daqui virou estacionamento.

  3.  

    11 Janeiro, 2008| 1:09 pm


     

    Emília, recebemos duas fotos de cinemas fechados de Mossoró. Jandré, de onde você fala? Se quiser, pode fazer uma fotografia do estacionamento e nos enviar.

  4.  

    3 Fevereiro, 2008| 5:41 pm


     

    se eu contar nesses ultimos 28 anos acredito q vi todos os cinemas suburbanos fecharem, quando vim morar na ilha em 1980 ia sempre na casa da minha tia em cascadura e pasava por 5 bairros bonsucesso,ramos,penha,irajá/vazlobo e madureira.
    todos sras e srs todos se transformaram, em igrejas estacionamentos,filmes pornograficos ou simplesmente fechados isso e obra desses inescrupulodsos comerciantes e propietarios todos socios do bruni e do severiano principais responsaveis
    pela alienação da cultura de cinema popular

  5.  

    3 Fevereiro, 2008| 5:49 pm


     

    tinha o cine irajá q parecia um radio capela,o vaz lobo construido para ser cinema esse tinha até uma coroa adornada no alto do edificio, mesmo o bruni de madureira se tornou porno era encontro de amantes depois virou casa da benção,o madureira 1 e2 foi demolido os da ilha q chamavamos de poerinha q pasou imperio dos sentidos,aluga-se moças eo cangaceiro do lima barreto todos de triste memoria

  6.  
    godo

    4 Fevereiro, 2008| 8:53 pm


     

    tinha ainda o do cacuia chamado mississipi q virou banco bradesco depois o maracajá da ribeira qes hoje locadora de dvd e neto do antigo propietário eo cine governador q era o ultimo poeira virou deposito de moveis.
    ai fazendo um trabalho de projeção em 2003 em coelho da rocha zona norte fizemos um pqno doc se as pessoas tinham ido ao cinema uns falaram q a ultima vez foi ver bruce lee punhos de aço em 81 era o unico cinema da praça um negro mais velho disse nunca ter ido e pra ver como é eficas o negocio do severiano com seus multiplex

  7.  
    Anselmo Soares

    11 Fevereiro, 2008| 12:32 pm


     

    Vale cinema que virou Suoermecado e/ou agência bancária?

  8.  

    12 Fevereiro, 2008| 7:44 am


     

    Anselmo, vale cinema que virou igreja, cinema que vai virar igreja e cinema que não virou igreja; também vale cinema que virou supermercado e clube de dança; açougue, matadouro ou escolinha de criança; vale até cinema multiplex! Somos bem democráticos por aqui.

  9.  

    1 Março, 2008| 3:45 am


     

    Quando vi essa campanha Fotografe o seu Cinema Antes que Ele Vire Uma Igreja. Lembrei do lugar aqui, que era um Cinema que meus avós iam, e hoje é uma Assembléia de Deus. Comecei a rir. Agora já era, será que não pode mostrar o depois não?
    Agora sobrou só um “Cine-putaria”. =/

  10.  

    2 Março, 2008| 9:32 am


     

    Pode sim, Renan. Manda a foto da Igreja! Abs.

  11.  

    26 Maio, 2008| 10:29 pm


     

    O cine rio grande é um cinema de 1949… ele é uma indiferença a população..sem noção! Minha professora de historia disse que a tela dele é muito maior que as telas de hoje, tão grande que ele tem dois andares… fora a arquitetura Deco com traços retilinios, e ele demonstra grandiosidade, pois é uma arquitetura Americana. *__* (Adoro cinema) DESATIVADO há muitooo tempo desde da década de 80. :( – Antes era o point dos brotos, Hoje point dos MACONHEIROS…. Isso ReVoLtA. )

    – A cidade de natal, tem muito pouco patrimonio históricos, ela é a cidade do sol e das praias e só. Os Patrimonios são derrubados para fazerem lojas, estacionamenos, IGREJAS, coisas insignificante perante a gradiosidade historica e cultural do mesmo.

  12.  

    27 Agosto, 2008| 10:12 am


     

    alem de falar das salas de cinema q se transformaram faço aqui um chamado as consciencias vamos fazer um grande pedido aos srs cartolas da distribuição q reabram o cine vitória eo holiday do passeio público necessitamos disso

  13.  

    10 Setembro, 2008| 4:08 pm


     

    Atenção: Noticia inacreditavel: Enviamos no inicio desta campanha uma foto do antigo Cine Cid em Mossoro(RN), hoje, Teatro Lauro Monte Filho (Ver foto neste site) Estamos fechando junto ao governo do estado do RN uma parceria em que revitalizaremos esta sala, que hoje é só teatro e estamos providenciando também mais aberturas de cinema nas salas de Teatro nas cidades de Caicó,Currais Novos e Santa Cruz. A previsao de reabertra da sala em Mossoro será de até final de Outubro. Maravilha…

  14.  
    Fernando Secco

    6 Outubro, 2008| 5:17 pm


     

    Bela notícia Carlos! Ao menos de vez em quando o processo se inverte.

  15.  

    14 Outubro, 2008| 9:25 am


     

    Posto em dois blogs ligados a este tema.Com o fim dos cinemas de rua, desaparece uma grande parcela de nossa memória cultural. Hoje os jovens só conhecem os cinemas de shopping.Um abraço,Armando(fetichedecinefilo.blogspot.com)

  16.  
    Elis

    7 Novembro, 2008| 11:07 am


     

    Secco, adorei o ensaios com os cines do Centro-Cinelândia.
    :D

  17.  
    felipe

    14 Março, 2009| 6:40 pm


     

    essa sala eu conheci, em Lages SC, famosa por ter passado o filme “Pacote”

  18.  
    Ryennison

    1 Maio, 2009| 12:43 pm


     

    O Cine Rio Grande aqui em Natal de bela arquitetura tanto externa quanto interna,vai “virar” Igreja evangélica.Lamentavelmente tarnará sede da Igreja Internacional da Graça de Deus!!!!!uma pena!!!!!

  19.  
    Eder Delatore

    16 Junho, 2009| 2:18 pm


     

    Saudações cinéfilos,
    Moro atualmente em Jundiai – SP
    aonde só existem 7 salas de exibição, no caso, Moviecom Cinemas do Maxi Shopping, que é por sinal aonde trabalho!
    Os demais cinemas de rua de Jundiai, que já somaram em seu tempo de gloria, mais de 11, estão infelizmente todos fechados os 2 ultimos: Marabá = estacionamento, Ipiranga = Textil Abril.
    Fiz recentemente uma breve pesquisa sobre as primeiras salas de exibição de Jund, e constatei que a primeira data de 1897!!!
    Petit Bijou p/ projeção das lanternas magicas!
    Uma cidade deste porte não guardou nada desta cultura que outrora foi a grande responsavel cultural desta população … Uma pena!
    E falando de minha cidade natal, tenho projeto de reabrir a sala de exibição algum dia!!
    Um predio que foi inaugurado em 1915 e a partir de 1921 virou o Pery Cinema, fechou suas atividades em 1990/1991 como Cine São Paulo, passei minha infancia lá dentro, trabalhei com operador reserva com meus 13/15 anos!!
    Usava uma maquina Solidus, a carvão!
    que saudades!
    Espero em breve conseguir uma foto daquela epoca, e terei o maior prazer em mandar ela a vc’s!

    Grande abraços.

  20.  

    23 Julho, 2010| 2:22 pm


     

    Que honra ver o Cine Manaíra na galeria da Revista Moviola. Cinema antigo que teve seu apogeu e decadência como todos os grandes cinemas das diversas cidades do Brasil. Espero que com esse novo incentivo do Ministério da Cultura não só abram salas novas de cinema mas que possam reativar esses grandes cinemas de outrora.

  21.  
    José Ventura Filho

    25 Julho, 2010| 3:51 pm


     

    Cheguei a conhecer as depedências do prédio cinema Manaíra na cidade de Piancó-PB(foto). Como era bom aquele tempo… Os filmes e as boas companhias estão presentes nas minhas melhores lembranças. Hoje, a cidade só tem filme triste, tendo como roteiro uma péssima administração municipal e politicagem, com a falta de empregos, e a vioolência correndo frouxa… Os jovens perdidos no mundo das ilusões e das drogas, faltando-lhes as devidas oportunidades por partes das autoridades competentes.

  22.  
    paulo

    7 Setembro, 2010| 3:22 pm


     

    Curitiba possuía perto de 30 cinemas no centro e bairros. O último foi fechado recentemente no centro. Agora só em Shoppings.
    Uma pena que a maioria se transformou em lojas ou em igreja caça-níqueis…

  23.  
    Joao Alixandre Neto

    28 Setembro, 2010| 6:58 pm


     

    Calumbi fiaca no sertão pernambucano. O cinema em 16mm oferecia na década de 50 o que havia de melhor dos musicais da Metro, os clássicos italianos, as chanchadas, os melodramas mexicanos, os seriados da REPUBLIC. Hoje o prédio do cinema ruiu após ser usado como uma olaria. Choro quando o vejo e me lembro dos meus tempos de menino. João Alixandre Neto

  24.  
    marcelo mauricio chainça

    11 Outubro, 2012| 10:41 am


     

    essas fotos abrem grande ou só fica pequeno

Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Guilherme Mazzocato

17 de Fevereiro de 2016

    Com o pé esquerdo   Estávamos ali os dois a torto e a direito e já de antemão o meu pé esquerdo me sussurrando se antecipando   Estávamos ali aos roncos e barrancos ligeiros certeiros e meu pé esquerdo se antecipando se levantando   Estávamos ali Pelo menos e o sol esquerdo e […]

Por Maysa Monção

13 de Fevereiro de 2016

Não é segredo que perdedores são personagens interessantes para a indústria cinematográfica. Tem sido assim desde a Nouvelle Vague, Jean Paul Belmondo e os roteiros de Godard. Em The Adderall Diaries, James Franco, também produtor, faz o papel de um escritor paralisado com um bloqueio de criatividade. Nessa história, ele está obcecado pelas suas memórias […]

Por Maysa Monção

13 de Fevereiro de 2016

Último filme da trilogia composta pelo diretor Gus van den Berghe sobre religião, Lucifer retoma o relato bíblico numa vila mexicana. A abertura e regida por uma espécie de canto gregoriano feminino e a tela será o tempo todo restrita a um círculo, como se víssemos de luneta as aventuras do anjo caído. Esse tipo […]

Por Maysa Monção

13 de Fevereiro de 2016

Quando estive no Festiva de Tribeca, em 2015, escolhi conversar com George Lucas. Um dia depois do laçamento to trailer teaser sobre o episodio 7 de Star Wars, Lucas confessa que nunca ficou ansioso por um lançamento da saga, mas desta vez, como ele não participou de nada no processo criativo, ele está. O diretor […]

Por Revista Moviola

13 de Fevereiro de 2016

O filme Dois Casamentos, do cineasta e um dos editores da Moviola, Luiz Rosemberg Filho, pode ser visto (todinho) no YouTube. A produção deste filme é de Cavi Borges. Clique, acomode-se e aprecie, pois como diria o cineasta: “Abandonamos nossas paixões por um desprezo a nós mesmos como fazem Carminha e Jandira no nosso delicado […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cannes Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês cinema inglês Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio Fest Rio França Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Morte Mostra Mostra de Tiradentes Música Odeon Oscar Poemas Rio de Janeiro Teatro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.