Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Sentinela

Sentinela


Por

Publicado em 3 de Novembro de 2007

Sentinela, de Afonso Nunes, 15 min, 35mm, 2007

compnac8-sentinela-1.jpgEu disse por aqui que a linguagem clássica do documentário é o dueto entrevista + exposição. A falta de criatividade em torno dessa estrutura básica e o fácil encantamento do cineasta com o seu objeto transformam muitos (mas muitos mesmo!) documentários em irrelevantes relatos de casos esquisitos e/ou extraordinários, um quase (mero) relato jornalístico-factual. Essa relação pode ser considerada positiva quando se quer tratar de didatismo, de demonstração, mas o cinema como forma de expressão artística não pode se prender a uma atitude simples de contar histórias. A própria história da pintura, assim como das outras artes, já nos mostra essa relação entre forma e conteúdo. Pouco importa se a pintura é um mero retrato de uma dama. Importa muito se é sob o realista traço traiçoeiro de Mona Lisa ou a forma fragmentada de alguma musa de Picasso.

Quando a forma afeta tanto a representação do objeto, perceber suas regras e sutilmente trocá-las de lugar sempre pode provocar algo interessante. Não é tão simples assim, seria entediante se fosse, mas a mera transposição de regras conhecidas gera uma novidade qualquer. Sentinela não trata de um encantamento antropológico com o objeto retratado; mas de um encantamento místico. Difícil talvez perceber a diferença sem ver o filme, mas Afonso retrata o ritual de morte, ou melhor, o ritual de despedida para a morte, como um gesto de carinho, de aproximação, de respeito.

Ao redor de uma velha senhora em seu leito de morte, a população de uma pequena cidade se “ajunta” entoando cantos religiosos e despedindo o corpo da velha de sua vida mundana, levando-a no colo para o além, dizendo adeus e obrigado. Filmar isso com o devido respeito, usar dessa imagem fortíssima sem atrapalhar essa íntima relação do ritual filmado é algo difícil. Afonso se utiliza de dois processos para isso. O primeiro é a fotografia preto & branco estourada. O etéreo de tudo aquilo fica impresso na tela durante toda a projeção, coloca o espectador num ambiente onde tudo tende ao branco, ao eterno, à lucidez. Segundo, nas entrevistas, se recusa a colocar a câmera como interlocutora: os entrevistados respondem perguntas com a câmera posicionada entre seu perfil e suas costas. Falam, portanto, pro lado de lá, quase falando sozinhas, pensando em voz alta. O efeito de se falar de algo tão íntimo com uma objeto ótico grudado na cara é então removido por completo. Deixa respiro, espaço de respeito.

E se respeito é palavra-chave para observar Sentinela e o ritual do qual trata, essa relação entre existência e imaterialidade se faz da mesma maneira. Registrando essa latência do ser que se vai e a serenidade dos que ficam, lá na tela as coisas se esvaem a todo o momento; do lado de cá, porém, a imagem da morte e de sua superação traz a calma aterradora de paz. Diz que sim, existe vida após a nossa morte, existem essas sentinelas que ficam e que oram por nós.

Veja a cobertura completa do Curta Cinema 2007



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Por Revista Moviola

26 de Fevereiro de 2019

Perigo Por Encomenda (2012), escrito e dirigido por David Koepp, traz ao público a cidade de Nova York como elemento determinante na narrativa e na estética do filme. O longa conta a história de um mensageiro que usa como transporte uma bicicleta (Wilee, interpretado por Joseph Gordon-Levitt) em Manhattan, o personagem precisa entregar, um envelope […]

Por Revista Moviola

21 de Fevereiro de 2019

Garota Sombria Caminha Pela Noite (2014) é um filme baseado em um curta de terror, com roteiro e direção de Ana Lily Amirpour e vencedor do prêmio da Revelação Cartier no Festival de Deauville em 2014. Uma produção realizada por imigrantes iranianos nos Estados Unidos que traz um estilo mesclado entre o horror, a fantasia, […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Música Odeon Oscar Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.