Revista Moviola – Revista de cinema e artes » Piaf – Um Hino ao Amor

Piaf – Um Hino ao Amor


Por

Publicado em 29 de Setembro de 2007

piaf.jpg

Marion Cotillard se transforma em Edith Piaf.

Piaf – Um Hino ao Amor (La Môme), de Olivier Dahan, 2007, França / Reino Unido / República Tcheca). Mostra Panorama.

Superprodução histórica que narra 45 anos da vida de Edith Piaf – de quando foi abandonada pela mãe e criada com a avó em prostíbulo, em 1918, até sua morte em Grosse, em 1963, com o fígado e a aparência totalmente destruídos pelo álcool e pelas drogas –, a cinebiografia de Olivier Dahan trafega na perigosa estrada que mistura formas e estilos: ao mesmo tempo em que adota narrativa não-linear, que fraciona o tempo a la Cidadão Kane e que funde o discurso direto dos acontecimentos com o discurso indireto livre das percepções que a heroína tem sobre eles, Piaf – Um Hino ao Amor abusa do melodrama rasgado e do visual hollywoodiano.

Dahan filma em cinemascope, trabalha com música hiper-expressiva onipresente, cuida dos mínimos detalhes da luxuosa reconstituição de época, como também não hesita em levar as interpretações de seus atores ao limite máximo – personagens sempre exacerbados e com sentimentos à flor da pele, intensos.

Piaf – bem defendida por Marion Cotillard – é a menina pobre e de saúde frágil, cujos olhos e voz expressam a alma de Paris: ela promove a ligação direta entre os ricos teatros e salas de jantar da burguesia francesa e os bares do submundo, repletos de cafetões, larápios e escroques da pior espécie. Olivier Dahan se prende, sobretudo, nas tragédias pessoais que se abateram sobre Edith Piaf (a cegueira na infância, as mortes da filha e do produtor que a descobriu nas ruas, a perda do amante no desastre de avião), para culminar em sua canção mais famosa, que sintetiza a protagonista, na qual ela não se arrepende nada.

Por vezes fascinante, e outras tantas tedioso, Piaf – um Hino ao Amor possui o mérito de retratar sua heroína como animal selvagem e indomável, que teme mais a solidão que a morte e que busca o amor desenfreadamente.

Veja a cobertura completa do Festival do Rio 2007



Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


Dê a sua opinião. Mas lembre-se: os comentários serão moderados. Apenas após análise dos editores eles serão postados.



RSS feed para comentários deste artigo | TrackBack URL

 

Por Revista Moviola

22 de Março de 2019

Se7en (1995) é o segundo filme do diretor David Fincher, no elenco, Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey na pele de um serial killers dos mais interessantes do cinema. O filme conta a história de David Mills (Pitt) e sua mulher, Tracy (papel de Paltrow), o casal esta de mudança mudaça para […]

Por Revista Moviola

20 de Março de 2019

Nos arredores de Orlando, na Flórida, em hotéis e complexos de quinta categoria – com imitações plastificadas de atrações dos parques tão próximos da Disney – são oferecidas estadias para turistas que querem economizar, como também servem de moradia, não oficial, para famílias americanas de baixa renda. Projeto Flórida (2017) é povoado por estes personagens, […]

Por Revista Moviola

15 de Março de 2019

O filme Encantada (2007) conta a história da princesa Giselle (Amy Adams), que mora no reino de Andalasia. Certo dia, após cair em um poço, ela vai parar na cidade de Nova Iorque. Lá encontra Robert (Patrick Dempsey), um procurador e se hospeda no apartamento dele. Edward (James Marsden), o príncipe de Andalasia, também cai […]

Por Revista Moviola

26 de Fevereiro de 2019

Perigo Por Encomenda (2012), escrito e dirigido por David Koepp, traz ao público a cidade de Nova York como elemento determinante na narrativa e na estética do filme. O longa conta a história de um mensageiro que usa como transporte uma bicicleta (Wilee, interpretado por Joseph Gordon-Levitt) em Manhattan, o personagem precisa entregar, um envelope […]

Por Revista Moviola

21 de Fevereiro de 2019

Garota Sombria Caminha Pela Noite (2014) é um filme baseado em um curta de terror, com roteiro e direção de Ana Lily Amirpour e vencedor do prêmio da Revelação Cartier no Festival de Deauville em 2014. Uma produção realizada por imigrantes iranianos nos Estados Unidos que traz um estilo mesclado entre o horror, a fantasia, […]

Anima Mundi Animação animações Brasil Cineclube Cinema cinema americano cinema brasileiro Cinema francês Crítica Crítica Cinematográfica crítico de cinema Curta Curta-metragem Curtas Documentário Entrevista Facha Festival Festival de Berlim Festival de Cannes Festival de Veneza Festival do Rio Festival do Rio 2009 Festival do Rio 2010 Festival do Rio 2011 Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 festrio ficção filme Gay Literatura London Film Festival Luiz Rosemberg Filho Mix Brasil Mostra Mostra de Tiradentes Música Odeon Oscar Resenha Rio de Janeiro Versos É Tudo Verdade

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck and Luke Morton requires Flash Player 9 or better.